Notícia
25/04/2016 00:04
Segunda etapa do Brasileiro de Canoagem Oceânica reúne cerca de 100 atletas em Brasília
Vencedores das categorias Dupla e Individual Feminina repetem o ouro da primeira etapa e se firmam na liderança
Foi nas águas do Lago Paranoá, em Brasília, que os atletas da Canoagem Oceânica disputaram no último sábado (23/4) a 2ª Etapa do Circuito Brasileiro. Valendo pontos para o ranking nacional, o competição teve uma prova única de 18km para todos os participantes.
 
O primeiro lugar geral ficou com a dupla formada por Cláudio Zsigmond e Fernando Ramos Barbosa, que finalizaram a prova em 01h22m22s. Os atletas, que competem juntos há três anos, repetiram o ouro da primeira etapa do Circuito, que ocorreu em fevereiro, em Angra dos Reis. “Essa vitória foi muito importante porque nos isolamos na liderança do campeonato e isso deu uma tranquilidade para tentarmos o tricampeonato”, comemorou Fernando. “A prova foi muito boa. A gente conseguiu sair forte e se isolar na primeira colocação. Também conseguimos manter o ritmo na prova e isso nos ajudou a chegar na frente”, completou Cláudio.  O segundo lugar da categoria Dupla ficou com Edneder Soares e Pedro Gonçalvez (01h27m12s), e o terceiro com Hiel Queiroz e Humberto Sant’Ana (01h27m21s).
 
A dobradinha de vitórias também se repetiu na categoria Individual Feminina. A veterana Carmen Lucia da Silva fechou a prova com 01h42m11s e levou o ouro novamente, garantindo assim a liderança do Campeonato. “A vitória é sempre uma motivação para mim.  Eu acabei de completar 50 anos e conseguir me manter no alto nível é sempre gratificante”, vibra Carmen. A prata e o bronze do Feminino foram, respectivamente, para Rayssa Silva (01h44m36s) e Rafaela Nascimento (01h46m54s).
 
A surpresa do dia foi na categoria Individual Masculino. José Marcos Mendes Filho, que na última etapa chegou em 7o lugar, fez uma ótima prova e conquistou a 1a colocação após 01h26m50s. “A prova não foi fácil, mas consegui me manter em primeiro e essa vitória foi crucial para eu recuperar alguns pontos, já que na primeira etapa fiquei em sétimo lugar”, relembra José Marcos. O Individual Masculino ainda teve no pódio David da Silva com a 2a colocação (01h28m11s) e João Pedro da Silva com a 3a (01h28m52s). 
 
Segundo o supervisor da Canoagem Oceânica, Jefferson Sestaro, a competição foi muito positiva para a modalidade, que fortaleceu o formato do percurso triangular com 3 voltas. "Mesmo sendo executada no Lago, conseguimos provar que o formato triangular foi um incentivo a mais para os atletas. Eles passavam próximos das áreas com público, que vibrava a cada passada. Nesse formato também é muito fácil para os atletas enxergarem os pelotões que estão tanto na frente como atrás deles. Serve de incentivo para quem tem o psicológico bem trabalhado ou pode servir como um problema para quem já está abalado com o desgaste físico e mental”, analisou Sestaro.
 
A terceira etapa do Circuito Brasileiro de Canoagem Oceânica ocorre no dia 10 de julho, em Vitória. A etapa volta ao Espírito Santo contado com o mar como diferencial. “Em 2014 fizemos o Campeonato Brasileiro em etapa única lá em Vitória e o mar estava muito grande. Muitos atletas desistiram pela força do mar, mas quem conseguiu realizar o percurso saiu muito satisfeito. Esperamos que em 2016 se repita para que torne o desafio maior ainda”, disse Sestaro.











Confederação Brasileira de Canoagem

Rua Monsenhor Celso, 231 - 6º andar - Centro - Curitiba - PR - CEP 80010-150
Telefone 41 3083 2600 - Fax 41 3083 2699
Apycom jQuery Menus