Notícia
01/10/2013 16:17
Sebastián Cuattrin é contratado para gerenciar a Canoagem no Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos Rio 2016

Sebastián Cuattrin, ex-canoísta e dirigente do esporte, encara um novo desafio a partir deste mês, ao ser contratado pelo Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos Rio 2016 para assumir a função de Líder de Competição Esportiva da Canoagem e Paracanoagem.

“O projeto é espetacular, estar fazendo parte desse grande desafio é muito gratificante”, comemora Cuattrin que, para enfrentar a nova responsabilidade, deixa o cargo de Gerente Operacional do Centro de Treinamento da Canoagem Velocidade de São Paulo.

Para ele, gerenciar as três modalidades nos Jogos Olímpicos (Canoagem Velocidade, Canoagem Slalom e Paracanoagem) que serão sediados pelo país é fantástico contribuindo para o esporte. "Vamos trabalhar para fazer a melhor Olimpíada da história, essa é nossa visão e é para isso que estamos aqui”.

Desde janeiro deste ano, Cuattrin é o Gerente do CT da Canoagem Velocidade em São Paulo, na Represa de Guarapiranga. Antes disso, esteve à frente do Comitê da Canoagem Velocidade da Confederação Brasileira de Canoagem e da Seleção Brasileira de Caiaque Masculina Júnior.
 
Trajetória: Em 2008, um mês após pendurar o remo, aos 33 anos, Cuattrin foi treinar a Seleção Brasileira Júnior Masculina de Caiaque Velocidade, cargo que assumiu a convite do presidente da Confederação Brasileira de Canoagem, João Tomasini Schwertner. Depois de um ano na liderança do time, foi convidado para atuar como Supervisor do Comitê da Canoagem Velocidade, em 2010. Ali, atuou por três anos, passando à gerência do CT, em que ficou por oito meses, quando recebeu a notícia da sua aprovação no processo seletivo do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos 2016 e Paralímpicos Rio 2016.


 
Cuattrin é o maior ganhador de medalhas da Canoagem do Brasil, medalhas coroadas com o ouro e a prata do Pan-americano do Rio Janeiro, em 2007. Ele acumulou 22 anos de Seleção Brasileira, 160 títulos nacionais, 22 competições sul-americanas e 17 pan-americanas, 11 medalhas em Jogos Pan-americanos, 25 medalhas em Jogos Sul-americanos, nove medalhas em Copas do Mundo e quatro participações em Jogos Olímpicos.

Filho de pais argentinos, Cuattrin saiu da cidade argentina de Rosário para Governador Valadares, Minas Gerais, em 1979, aos cinco anos. Experimentou diversos esportes até encontrar na canoagem sua paixão. Apesar do medo de água, aos 13 anos começou a remar todos os dias no Rio Doce, perto de casa e, aos poucos, foi transformando o medo em respeito pela água e a tê-la como aliada. Enturmou-se com o pessoal que praticava a Canoagem na região e começou a levar o esporte a sério. O primeiro título foi no Campeonato Mineiro, na categoria Infantil, em 1988.
 
Já no ano seguinte, competindo e alcançando resultados nacionais, Cuattrin recebeu o convite para integrar a Seleção Brasileira de Canoagem Cadete competindo no K1, K2 e K4 Masculino. Em 1991, naturalizou-se brasileiro para defender o Brasil e, no ano seguinte, participou da estreia da Canoagem brasileira nos Jogos Olímpicos de Barcelona (Espanha).
 
Nos Jogos Olímpicos de Atlanta 1996 (Estados Unidos), pela primeira vez na história da Canoagem brasileira, o atleta levou o esporte às finais, ficando em 8.º lugar. Participou também dos Jogos Olímpicos de Sidney 2000 (Austrália) e de Atenas 2004 (Grécia).


 
Uma das principais conquistas da sua carreira vieram no Pan-americano do Rio de Janeiro, em 2007, com a medalha de ouro no K4 Masculino 1.000 metros e a de prata no K1 Masculino 1.000 metros. “A medalha de ouro em casa, perto de todos os meus familiares, amigos, patrocinadores, foi um dos melhores momentos da minha carreira, uma festa”, lembra Cuattrin.
 
Ele faz questão de ressaltar que, tanto na conquista da medalha de ouro, quanto em todas as outras durante a sua trajetória como atleta, treinador e dirigente nunca esteve sozinho, sempre contou com o apoio e auxílio de um grande time que o ajudou a chegar a tantas vitórias. “Tudo o que fiz e construí na minha carreira foi com o apoio de uma grande equipe, contando sempre com a parceria de muitas outras pessoas importantíssimas nesse processo e principalmente com a ajuda de DEUS”, declara.

Agora, ao aceitar o cargo no Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos 2016, está muito contente em poder fazer parte de mais um time, uma grande equipe com uma enorme responsabilidade, mas que tem certeza que será vitoriosa.









Confederação Brasileira de Canoagem

Rua Monsenhor Celso, 231 - 6º andar - Centro - Curitiba - PR - CEP 80010-150
Telefone 41 3083 2600 - Fax 41 3083 2699
Apycom jQuery Menus