Notícia
12/12/2013 09:47
Parceria entre Paracanoagem e Universidade Positivo desenvolve software de avaliação de atletas baseado em videogame
Software desenvolvido é feito a partir do Kinect, sensor utilizado no Xbox 360
No Campeonato Brasileiro de Canoagem Velocidade e Paracanoagem 2013 foi anunciado o lançamento de uma nova tecnologia em classificação funcional e avaliação de paracanoístas. Ainda sem nome, o software desenvolvido por classificadores funcionais e alunos e professores dos cursos de Engenharia da Computação e Educação Física da Universidade Positivo, em Curitiba, é feito a partir da plataforma livre de desenvolvimento do Kinect, que é o sensor utilizado no Xbox 360, o videogame que capta os movimentos dos jogadores. 
 
O sensor do avaliador dos atletas não apenas capta os movimentos, mas reconhece, marcando no corpo do atleta – sem a necessidade de marcadores físicos – e mostrando na tela do computador os pontos pré-determinados habitualmente usados nas avaliações, enviando simultaneamente os dados para análise. Além disso, há um equipamento, um remo, que capta os movimentos da remada do paracanoísta em seis eixos ao redor do corpo denominados de y, x, z, yaw, roll e pitch.
 
A classificadora funcional Maria de Fátima Fernandes Vara, professora de Educação Física da Universidade Positivo, conta que a ideia surgiu de uma conversa com o outro professor da universidade, José Carlos da Cunha, do curso de Engenharia da Computação, sobre a necessidade de trazer novas tecnologias nas avaliações de paracanoístas.
 
Acesso
Segundo Maria de Fátima, durante o Mundial de Canoagem Velocidade e Paracanoagem de Duisburg, na Alemanha, em outubro deste ano, foram demonstradas tecnologias e informações pela professora Anna Bjerkefors, da Suécia, autoridades no assunto: "Isso nos instigou ainda mais a procurarmos o desenvolvimento de soluções de alta tecnologia que possam ser usadas por pessoas que não têm acesso aos laboratórios de ponta, métodos caros ou que demandam muito tempo”.
 
O projeto que começou em setembro vem alcançando ótimos resultados e, em longo prazo, poderá evoluir e ser muito útil à atletas sem deficiência física e seus técnicos.


 
Durante o Campeonato Brasileiro, está trabalhando na classificação funcional o acadêmico Leonardo Vinícius Kaminski Ferreira do 2.º ano de Engenharia da Computação da Universidade Positivo, colocando em prática o software desenvolvido pelo acadêmico Diego Palma Navarro do 4.º ano do mesmo curso, sob orientação do professor José Carlos da Cunha.

O projeto foi apresentado na 1.ª Engeworkshop, feira dos cursos de engenharia da universidade. Segundo Fátima, na ocasião, o presidente da Confederação Brasileira de Canoagem Velocidade (CBCa), João Tomasini Schwertner conheceu o projeto. “Ele gostou da ideia de unirmos os saberes da Educação Física e da Engenharia da Computação para fomentar novas tecnologias”, comemora a classificadora. “Se você não acredita no que as outras pessoas não acreditam, nada acontece.”

 








Confederação Brasileira de Canoagem

Rua Monsenhor Celso, 231 - 6º andar - Centro - Curitiba - PR - CEP 80010-150
Telefone 41 3083 2600 - Fax 41 3083 2699
Apycom jQuery Menus