Notícia
15/08/2013 13:47
Chegar às finais é meta brasileira no Mundial de Canoagem Velocidade e Paracanoagem na Alemanha
Atletas embarcam confiantes em bons resultados no principal evento da modalidade do ano
Para Isaquias Queiroz, para chegar ao pódio do Mundial de Canoagem Velocidade de Duisburg, na Alemanha, é preciso dar um passo de cada vez: “Meu primeiro objetivo é chegar às finais; se eu conseguir, vou com tudo para alcançar a medalha”, afirma o atleta que, desta forma, vem alcançando grandes resultados como o ouro e a prata que trouxe para o Brasil em junho, da 3.ª Etapa da Copa do Mundo de Canoagem Velocidade da Polônia.
 
De 27 de agosto a 1.º de setembro, são esperados atletas de 90 países no Kanu-Regatta-Club Duisburg, que já sediou o mundial quatro vezes. Além de Isaquias, seguem para a competição mais importante do calendário internacional da modalidade, disputando as provas nas canoas, Nivalter Santos Jesus e a dupla Erlon de Souza e Ronilson de Oliveira, representantes do Brasil em Londres 2012. E, disputando as provas nos caiaques, Ana Paula Vergutz, Edson Freitas da Silva (ouro nos Jogos Pan-americanos do Rio de Janeiro, em 2007) voltando a estar em condições de chegar à uma final, Celso Oliveira e Gilvan Bittencourt. Os atletas que disputam as provas de caiaque viajam para a Alemanha com recursos próprios.
 
Já no Mundial de Paracanoagem, provas que acontecem simultaneamente às de Canoagem Velocidade, Fernando Fernandes deve voltar para casa com o ouro e se tornar tetracampeão mundial. Ele embarca na semana que vem com o técnico Paulo Barbosa, e mais nove paratletas, entre eles, Luis Carlos Cardoso da Silva e Andrea Pontes e Silva.
 
Qualquer cor de medalha: O coordenador do Departamento de Ciência do Esporte e Headcoach da Canoagem Velocidade, Heros Ferreira, espera que os brasileiros cheguem às finais das provas Olímpicas. “Estamos, obviamente, em busca de medalha, independentemente da cor”, afirma. Segundo ele, não será fácil, mas os atletas estão na melhor forma física e técnica possível.
 
Para o gerente do Centro de Treinamento da Canoagem Velocidade, Sebastián Cuattrin, o mundial será importante ainda para uma avaliação dos atletas em relação aos adversários que irão enfrentar também nos Jogos Olímpicos Rio 2016. “Podemos esperar que se dediquem ao máximo e dêem tudo que podem. O mais importante é chegarem à final, a partir daí, tudo pode acontecer”, afirma.


O baiano Isaquias Queiroz é uma das esperanças de medalha para no Brasil no Mundial na Alemanha
 
 
Atletas Canoa:
Erlon de Souza - C2 Masculino 1000m / 200m
Isaquias Queiroz dos Santos - C1 Masculino 1000m / 500m
Nivalter Santos Jesus - C1 Masculino 200m
Ronilson Matias de Oliveira - C2 Masculino 1000m / 200m
 
Atletas Caiaque:
Ana Paula Vergutz - K1 Feminino 500m / 200m
Celso Oliveira - K1 Masculino 5000m / 1000m
Edson Freitas da Silva - K1 Masculino 200m
Gilvan Bittencourt - K1 Masculino 500m
 
Paratletas
Andréa Pontes e Silva - K1 e V1 A Feminino
Caio Ribeiro de Carvalho - V1 LTA Masculino
Denise Consuelo Oliveira - K1 LTA Feminino
Fellipe Kizu Lima - K1 TA Masculino
Fernando Fernandes - K1 A Masculino
Luciano da Silva Meirelles - V1 TA Masculino
Luis Carlos Cardoso da Silva - V1 A Masculino
Marta Ferreira - K1 TA Feminino
Patrick Ronald Nunes de Almeida - K1 LTA Masculino
Tamara Oliveira da Silva - V1 LTA  e TA Feminino
 

Site oficial do evento: http://www.kanuduisburg2013.de/









Confederação Brasileira de Canoagem

Rua Monsenhor Celso, 231 - 6º andar - Centro - Curitiba - PR - CEP 80010-150
Telefone 41 3083 2600 - Fax 41 3083 2699
Apycom jQuery Menus