Notícia
15/12/2013 19:17
Campeonato Brasileiro termina com grande sucesso em São Paulo
Campeões mundiais, técnicos de renome internacional, estrutura de ponta e profissionais capacitados abrilhantaram o evento
Terminou neste domingo (15) na Raia de Canoagem e Remo do Centro de Práticas Esportivas da Universidade de São Paulo (CEPEUSP), em São Paulo, o Campeonato Brasileiro de Canoagem Velocidade e Paracanoagem 2013. O evento encerrou com muito sucesso o calendário oficial das modalidades neste ano e serviu de classificatória para os eventos internacionais do começo de 2014 e também para a definição de vagas das seleções brasileiras de canoagem.
 
Os destaques deste domingo foram os atletas consagrados como o tetracampeão mundial Fernando Fernandes, os campeões mundiais Isaquias Queiroz e Caio Ribeiro, a dupla representante em Londres 2012, Erlon Souza e Ronilson Oliveira, e o medalhista mundial Luis Carlos Cardoso, todos campeões brasileiros em suas respectivas provas neste ano em São Paulo, demonstrando a força da Canoagem Brasileira.

"Os resultados foram excelentes dentro de nossas principais expectativas. O ano de 2013 foi o melhor de minha vida, não poderia ser melhor, mas é preciso continuar trabalhando duro para alcançar os melhores resultados possíveis em 2014, 2015 e 2016", contou Isaquias Queiroz.
 


Já Erlon Souza destacou que no Campeonato Brasileiro ficou evidente o crescimento de toda a Canoagem Brasileira. "Todas nossas expectativas foram cumpridas", finalizou.

APEN leva o título de campeã geral
A Associação Pirajuense de Esportes Náuticos (APEN), de Piraju, São Paulo, sagrou-se como a melhor associação de canoagem do país ao conquistar o maior número de medalhas no Campeonato Brasileiro. Os atletas da APEN conquistaram o título com 215 pontos, seguidos pela Associação Cacaueira de Canoagem (ACC) de Ubaitaba, Bahia, com 201 pontos e pela Associação Caxiense de Esporte Náuticos (ACEN), de Caxias do Sul, Rio Grande do Sul, com 158 pontos.
 
Prova mais rápida do dia
Na finalíssima do K1 Masculino 200m, prova mais rápida da distância disputada neste domingo, Edson Silva, o Edinho, fez uma prova com incrível velocidade e técnica e garantiu o ouro com a marca de 35.172 segundos.
 
"Depois de perder meu irmão há dois meses esta vitória é para seguir ultrapassando meus obstáculos rumo ao Rio 2016. Ainda temos o Sul-americano, o Pan-americano e o Mundial. Agora é seguir treinando. Esta vitória é pra ele", disse emocionado Edinho.

K4 com Fernando Fernandes leva o ouro
Na primeira vez que o paracanoísta Fernando Fernandes competiu numa prova de Canoagem Velocidade em companhia de outros três atletas sem deficiência física - Edson Silva, Ricardo Luis 'Bolacha' Bonadeo e Roberto Maehler - o tetracampeão mundial de Paracanoagem já garantiu um título brasileiro. Numa prova disputadíssima, uma das referência mundiais da história do esporte fez bonito e continua dando o exemplo de garra e superação para todo mundo.

"Só tenho a agradecer ao Roberto, Edinho e ao Bolacha por terem acreditado em mim, no meu potencial e na minha capacidade. Apesar das dificuldades o que vale é a vontade de vencer, isso nada bate", disse.

 
Estrutura comparada a grandes eventos internacionais
A estrutura montada para a realização do Campeonato Brasileiro de Canoagem Velocidade e Paracanoagem 2013 é comparada aos grandes eventos da modalidade. O evento contou com mais de 40 profissionais na organização, raia com partidores eletrônicos e cronometragem com tecnologia e equipe alemã, telão e transmissão ao vivo pela internet, transmissão no SPORTV, comunicação visual em todo os locais do evento, fotografia, assessoria de imprensa, sala de doping seguindo os padrões internacionais da WADA, sonorização profissional, transporte, alimentação, equipe médica, tendas e muito mais. O evento foi financiado com recursos da Lei de Incentivo do Esporte do Ministério do Esporte repassados pelo BNDES.
 
Para o presidente da Confederação Brasileira de Canoagem, João Tomasini Schwertner, o nível de organização do evento realizado em São Paulo é o mesmo encontrado em competições internacionais da modalidade, fato que fortalece ainda mais o planejamento da Canoagem Brasileira rumos aos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.
 
"A canoagem mostra evolução a cada ano, seja dentro ou fora d'água. Isso nos orgulha e mostra que o planejamento segue no caminho certo. Porém, tudo isso só acontece graças ao apoio que o esporte está recebendo nos últimos anos de grandes parceiro do esporte brasileiro", completa Tomasini.

 
Vinicius Cunha, do Departamento de Comunicação do BNDES, salienta que os dois objetivos do banco com a Canoagem Brasileira são desenvolver o esporte no país e dar visibilidade à marca. "O campeonato nos mostrou satisfatoriamente que os dois objetivos estão sendo alcançados. É claro que temos muito ainda a fazer, mas isso nós dá a certeza que o caminho está certo. Além disso, os Centros de Treinamento patrocinados pelo BNDES também servem de estímulo e referência para aqueles que estão começando no esporte, fato que faz o esporte crescer ainda mais", ressaltou.
 
O BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento) é o patrocinador oficial da Canoagem Brasileira e tem sido decisivo no crescimento do esporte no país. A canoagem também conta com os apoios significativos do Ministério do Esporte por meio da Lei de Incentivo ao Esporte, Comitê Olímpico Brasileiro, Comitê Paralímpico Brasileiro e Itaipu Binacional. O Campeonato Brasileiro de Canoagem Velocidade e Paracanoagem 2013 também contou com apoio do CEPEUSP, Unimed e Seguros Unimed.
 
 
Mais informações sobre o evento em:
 
Starlist das provas em:
 
Resultados oficiais em arquivo:
 
Fotos do evento em alta resolução em:








Confederação Brasileira de Canoagem

Rua Monsenhor Celso, 231 - 6º andar - Centro - Curitiba - PR - CEP 80010-150
Telefone 41 3083 2600 - Fax 41 3083 2699
Apycom jQuery Menus