Confederação Brasileira de CanoagemItaipu Binacional

Not�cias

Troféu Feras do Esporte

13/12/2019

 

Dia 12 de dezembro foi realizada, nas dependências do Recanto Cataratas Resort, a 22ª Edição do Troféu Feras do Esporte, considerado o “Oscar” do esporte em Foz do Iguaçu e região. Cerimônia muito aguardada por todos os atletas, por se tratar de importante reconhecimento promovido pelo incansável jornalista Alvir Preisner.

 

“Nem todos que merecem o prêmio estão presentes, seria muita pretensão conseguirmos trazer todo mundo, porém, os que aqui estão, sem dúvida nenhuma, são merecedores de aplausos”. O anfitrião iniciou dessa forma a sua apresentação e reflete bem situações que impossibilitaram atletas de estarem presentes na cerimônia, como é o caso da menina prodígio Ana Sátila Vieira Vargas que seria um dos grandes destaques, visto ter conquistado duas medalhas de ouro nos Jogos Pan-americano, em Lima, no Peru, neste ano. Ela e os demais canoístas da equipe permanente se encontram no Rio de Janeiro treinando no Canal Olímpico para os Jogos de Tóquio 2020.

 

Nesta edição foram homenageados pela canoagem o Instituto Meninos do Lago devido às inúmeras conquistas nacionais e internacionais além do campeão pan-americano júnior de C1, Edmar Borba que neste ano venceu todos os seus concorrentes no evento que foi realizado na Cidade de Três Coroas, no Estado do Rio Grande do Sul.

 

Para representar o IMEL, estiveram presentes a Luciany Dos Santos Franco e a Cíntia Bena que fazem parte da equipe da Sra. Leila de Fátima Alberton, da Divisão de Educação Ambiental, da Itaipu Binacional, responsáveis pelo apoio do Projeto Meninos do Lago, o maior projeto desportivo social de Canoagem Slalom do Continente Americano.

 

“Foi muita cordialidade do Instituto Meninos do Lago em nos convidar para essa grande festa e ainda nos possibilitar receber o prêmio de destaque, ficamos muito agradecidas por este momento” – disse a Luciany ao saber da necessidade de subir ao palco para receber o troféu.

 

Por sua vez, o vice presidente do IMEL, Gustavo Damázio, foi enfático ao afirmar:

 

“Nós só existimos graças à Itaipu Binacional, sem a participação efetiva desta Empresa, não há que se falar em Canoagem Slalom na Cidade de Foz do Iguaçu, pois é no pátio dessa Empresa que se realizam os treinamentos, ou seja, se hoje estamos sendo aclamados graças aos nossos resultados nacionais e internacionais a maior responsável é a Itaipu Binacional”.

 

 

 

O jovem atleta homenageado, de apenas 16 anos de idade, estava radiante em receber o seu primeiro prêmio em reconhecimento da façanha de ter sido o melhor atleta júnior neste ano de 2019, do Continente Americano.

 

 

“Não consigo parar de tremer, subi no palco sem escutar nada, se alguém perguntasse o meu nome, acho que não lembraria. Fiquei completamente perdido sem saber o que fazer, mas deu tudo certo e estou muito feliz por ter sido lembrado. Agora minha meta é estar aqui no ano que vem de novo, vou treinar ainda mais para conseguir isso”.

 

Só tem um probleminha para o Borba resolver, e de forma rápida, terá que passar de ano. Suas notas foram bastante prejudicadas em virtude da conquista do Campeonato Pan-americano quando ficou mais de 30 dias treinando na Cidade de Três Coroas, no Estado do Rio Grande do Sul.

 

“Estou muito nervoso com a questão da escola, pois fiquei em muitas matérias de recuperação por conta de ter faltado no início do ano e me dedicado aos treinos sem me comprometer como devia com os estudos. Conheço as regras do Projeto Meninos do Lago e eles sempre deixam muito claro que com boas notas na escola o lugar estará garantido e se apenas os resultados esportivos forem bons, não tem nada garantido na minha participação para o ano que vem”.

 

Admin | Projeto Meninos do Lago | Desenvolvimento Carlos Henrique