Confederação Brasileira de CanoagemItaipu Binacional

Notícias

Dia histórico no Projeto Meninos do Lago

04/04/2019

 

 

Quinta feira, 04/04/2019, ficará marcada como o início das atividades da Paracanoagem Paralímpica na Cidade de Foz do Iguaçu. Pela primeira vez um clube iguaçuense insere em sua rotina diária a prática da modalidade para pessoas portadoras de deficiência física com a classificação funcional exigida nas competições oficiais.

 

O Instituto Meninos do Lago – IMEL que já está consagrado no cenário nacional como o maior vencedor da modalidade olímpica de Canoagem Slalom, a partir de agora estará partindo para mais um grande desafio que é dominar também a paracanoagem brasileira com o apoio e parceria da Itaipu Binacional, empresa patrocinadora do Projeto Social/Desportivo Meninos do Lago.

 

Hoje foi apresentado o projeto para seis paratletas que deverão formar a primeira turma de um total de quatorze vagas existentes. No início das atividades, a idade mínima será de 18 anos, porém com o andamento das melhorias de infraestrutura programadas a intenção é baixar a idade inicial para 14 anos.

 

Da esquerda para direita: Amparo Anali Lugo Guillén, Alini Priscilla Barth, Jorge Luiz de Sousa, Diego Pereira da Silva, Marcelo de Oliveira Andrade e Waner Xavier da Silva. Em pé os treinadores Luiz Augusto Mazine, Wallan Patrick de Carvalho e o coordenador Argos Gonçalves Dias Rodrigues.

 

Segundo o fisioterapeuta Guto Mazine, que comandará a equipe, a infraestrutura oferecida pela Itaipu Binacional é muito boa para projetos de canoagem, não conhecendo outro local no Brasil com características tão apropriadas:

 

“Este local é encantador e leva várias vantagens com relação aos demais núcleos existentes no País, a começar pela questão de segurança da iniciação, pois os atletas remam muito próximo às margens que são todas de fácil acesso para eventuais atendimentos. Além disso, não se encontra em qualquer lugar do mundo uma Empresa que mantém em sua estrutura um Corpo de Bombeiros privativo, que poderá nos auxiliar em qualquer eventualidade em curto espaço de tempo. Pelo fato de trabalhar em segurança e diante de toda estrutura de equipamentos que está sendo oferecida, entendo que da mesma forma que o Projeto de Canoagem Slalom é imbatível no Brasil, em pouco tempo conseguiremos alcançar grandes resultados para Foz do Iguaçu na paracanoagem”.  

 

Para o atleta Waner Xavier da Silva, que reside na Cidade de Santa Terezinha de Itaipu, o conhecimento da modalidade através do seu fisioterapeuta e amigo Guto Mazine, despertou grande interesse nas participações desportivas e quem sabe um dia representar o próprio País:

 

“Eu já vinha trabalhando com o Guto em um pesque e pague na Cidade de Santa Terezinha de Itaipu, onde iniciei minhas atividades na canoagem. Quando ele me passou a notícia de que poderíamos treinar também em local mais amplo, água limpa e natureza preservada isso me motivou ainda mais a me dedicar a esse esporte tão fascinante. Quero um dia ter condições de obter resultados que possam auxiliar o Brasil no cenário internacional”.  

 

Para o coordenador Argos Gonçalves Dias Rodrigues, a paracanoagem é o maior desafio a ser enfrentado desde a implantação do Projeto no ano de 2009:

 

“Neste ano completaremos dez anos de atividades do Projeto Meninos do Lago e sem sobra de dúvidas a inserção da paracanoagem é o maior desafio a ser enfrentado, pois a demanda exige conhecimentos específicos e uma atenção especial para cada paratleta. O que nos tranquiliza e nos dá muita segurança é que o nosso treinador e fisioterapeuta Guto Mazine se especializou nestes últimos anos junto à Confederação Brasileira de Canoagem para estar apto a liderar este Projeto e, por este motivo, estamos confiantes de que juntamente à professora Mayara Cordeiro e Wallan Carvalho a equipe fará com que o IMEL se transforme também em destaque no cenário nacional da Paracanoagem em muito pouco tempo”.

 

Admin | Projeto Meninos do Lago | Desenvolvimento Carlos Henrique