Confederação Brasileira de CanoagemItaipu Binacional

Notícias

Itaipu reforça o apoio aos projetos esportivos

05/06/2017
 
 
Luiz Fernando Vianna recebeu atletas da Canoagem e do atletismo e garante que a usina continuará com o conceito de empresa cidadã


Em um encontro, realizado na última sexta-feira (02), entre Luiz Fernando Viana, diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional e os atletas dos projetos de atletismo e canoagem patrocinados pela usina, o dirigente reafirmou a parceria com as entidades, “vamos manter tudo aquilo que é bom e ampliar” diz. Seis atletas do Instituto do Atletismo de Foz do Iguaçu e cinco canoístas do Instituto Meninos do Lago, além de dirigentes e gestores dos projetos participaram do encontro. Os resultados obtidos nos últimos anos graças ao patrocínio de Itaipu também foram apresentados.
 
Para a surpresa de Vianna, todos os jovens atletas participantes do encontro, além de serem apoiados pela Itaipu Binacional também foram agraciados pelo Projeto Top Paraná 2016, uma bolsa atleta do Governo do Estado do Paraná, financiado pela Copel, empresa em que foi presidente antes de assumir a binacional. O projeto foi financiado durante a sua gestão e ajudou no desenvolvimento de vários esportistas paranaenses. “São duas empresas que têm o conceito de empresas cidadãs, fiquei agradavelmente surpreso que a Itaipu também faz parte deste esforço, desta colaboração em apoio ao esporte”, explica. Graças aos bons resultados o projeto ganhou uma segunda edição, o Top Paraná 2020 que continuará dando apoio aos atletas.
 
A canoísta Ana Sátila é uma das atletas que estiveram no evento, ela foi campeã mundial júnior em 2015, na Austrália e medalha de prata na 4ª Etapa da Copa do Mundo de Canoagem Slalom em Praga na República Tcheca em 2016, além de participar de duas edições dos Jogos Olímpicos – Londres em 2012 e do Rio de Janeiro em 2016. Competindo desde os doze anos de idade pelo Instituto Meninos do Lago – IMEL, ela sabe que para obter resultados o atleta precisa de apoio. “Eu tenho que dar o meu maior esforço dentro da água, mas para isso precisamos de empresas como a Itaipu Binacional para ajudar no desenvolvimento dos atletas”, explica.
 
Além de Sátila, estavam presentes os canoístas Guilherme Rodrigues, Omira Estácia, Leonardo Curcel e Felipe Borges, atletas do Instituto Meninos do Lago que irão esta semana para a Europa disputar competições internacionais representando o Brasil. Curcel e Borges são atletas do Projeto Social, e Borges foi o único atleta olímpico iguaçuense nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro no ano passado. O Presidente da Confederação Brasileira de Canoagem - CBCa, João Tomasini Schwertner e o Presidente do Instituto Meninos do Lago - IMEL, Argos Gonçalves Dias Rodrigues também compareceram ao encontro.
 
Por trás dos bons resultados, ações sociais
 
O Projeto Social Meninos do Lago atende atualmente mais de 120 jovens e adolescentes, que são a base para a formação de novos atletas do Instituto Meninos do Lago. Hoje o IMEL é considerado a melhor escola em termos de resultados na prática da Canoagem Slalom no Brasil. Mas além de medalhas, os participantes têm que ser campeões na sala de aula. Quem não obtém bons índices escolares automaticamente é afastado do projeto e só retorna quando as notas melhoram. O presidente da CBCa, João Tomasini Schwertner, reforçou a importância desta parceria. “Sem dúvida, é um exemplo para a canoagem brasileira e mundial, um trabalho social desenvolvido por profissionais atentos não só ao rendimento, mas também ao desenvolvimento pessoal. Queremos manter esses laços que são muito bons para a canoagem e também para toda a região”, explica.
 
Luiz Fernando Vianna aproveitou o encontro para reforçar o papel da Itaipu Binacional. “É o conceito da empresa cidadã, ela participa da sociedade e tem o dever e a obrigação de contribuir com essa sociedade, na questão do esporte e da cultura. Isto faz parte das obrigações que a empresa tem”.
Admin | Projeto Meninos do Lago | Desenvolvimento Carlos Henrique