Confederação Brasileira de CanoagemItaipu Binacional

Notícias

Na reta final para os Jogos Olímpicos os canoístas da Canoagem Slalom realizam os últimos treinamentos em Foz do Iguaçu/PR

20/07/2016

Na próxima semana os cinco atletas entram na Vila Olímpica e no dia 07/08 iniciam as competições no Complexo Esportivo de Deodoro


Há menos de 15 dias do maior evento esportivo do planeta, os cinco atletas olímpicos da Canoagem Slalom, Ana Sátila, Felipe Borges, Pedro Gonçalves e a dupla Charles Corrêa e Anderson Oliveira realizam os últimos treinos no Canal Itaipu, local de treinamento e casa dos atletas na temporada olímpica, que teve início em 2012. Para Ana Sátila, que representará o Brasil pelo K1 Feminino, passar por Foz do Iguaçu nesta reta final está sendo importante. “Ficar aqui treinando em casa é muito bom, ter sua família perto, comer bem descansar bem é muito importante”, comenta a canoísta que há quatro anos passou a morar na cidade e hoje é a promessa da modalidade. 
 
O iguaçuense Felipe Borges diz que a “ficha já caiu” e que hoje não sente tanta pressão em ser um atleta olímpico. Disputando o C1 Masculino ele comenta estar muito feliz em representar o país, sendo fruto de um projeto social. “Estou muito orgulhoso de ser o único representante de Foz do Iguaçu e também vir do Meninos do Lago”, comenta Borges que iniciou no esporte graças ao Projeto Social Meninos do Lago, que dá a oportunidade para mais de 100 crianças e adolescentes de ingressar no esporte através da Canoagem Slalom.
 
Pedro Gonçalves vai remar no K1 Masculino, para ele a vaga de hoje é resultado de muito trabalho que está sendo realizado há tempos. “Nós trabalhamos, quatro, cinco, seis anos para conquistar uma vaga”, e se mostra confiante, “Eu estou tranquilo, estou procurando desfrutar de cada momento, é um momento único, tenho muitas expectativas”, esclarece o canoísta natural de Piraju/SP.
 
Disputando o C2 Masculino Charles Corrêa e Anderson Oliveira estão em ritmo acelerado nos treinos, para Anderson o resultado depende da dedicação da dupla. “Não basta termos sincronia só dentro da água, também é importante ter uma relação fora do barco”, lembra, e seu colega Charles complementa que a dupla já conseguiu bons resultados internacionais.
 
Ettore Ivaldi é o treinador que acompanha os atletas desde o início do período olímpico, para ele o trabalho envolveu não só os canoístas olímpicos mas também outros competidores brasileiros. “Chegamos trabalhando muito duro, começamos com 19 atletas, chegamos a 24 para escolher os cinco que irão representar o Brasil”, afirma.
 
Os atletas embarcam neste domingo (24) ao Rio de Janeiro, na segunda-feira (25) iniciam a última temporada de treinos oficiais, que irá até o dia 06 de agosto. As provas de Canoagem Slalom nos Jogos Olímpicos acontecerão entre os dias 15 e 20 de agosto.
 
 
Confira um pouco mais dos atletas da Canoagem Slalom:
 
 
Admin | Projeto Meninos do Lago | Desenvolvimento Carlos Henrique