Confederação Brasileira de CanoagemItaipu Binacional

Notícias

Avaliações clínicas de rotina começam a ser realizadas

23/11/2009

Os atletas da Equipe Principal do Projeto Meninos do Lago, da Cidade de Foz do Iguaçu, realizaram nos últimos três meses vários testes clínicos coordenados pelo preparador Físico, Heros Ferreira, Doutorando em Fisiologia da Performance na Universidade Federal do Paraná, com o objetivo de identificar as alterações fisiológicas e histológicas decorrentes do treinamento esportivo.

 

 As avaliações mensais estão sendo desenvolvidas sem nenhum custo para os atletas ou para as entidades desportivas envolvidas com o Projeto.

 

Ressonância Magnética – Através da tecnologia Dry View que permite a melhor análise da imagem, estão sendo realizadas ressonâncias dos membros superiores visando auxiliar no diagnóstico preciso e na prevenção de lesões musculoesqueléticas.

Hemograma Completo – é um exame realizado que avalia as células sanguíneas de um paciente, ou seja, as da série branca e vermelha, contagem de plaquetas, reticulócitos e índices hematológicos. As células circulantes no sangue são divididas em três tipos: células vermelhas (hemácias ou eritrócitos), células brancas (ou leucócitos) e plaquetas (ou trombócitos). Com este trabalho é possível detectar alterações resultantes de treinamento, objetivando o diagnóstico ou controle da evolução de eventual doença.

Separação de Monócitos - Um monócito é um leucócito: parte do sistema Imunitário do corpo humano. Pertence a um dos cinco principais tipos de leucócitos (neutrófilos, eosinófilos, basófilos, monócitos e linfócitos) baseado na aparência em esfregaços vistos com microscopia óptica. Os monócitos desenvolvem-se a partir da medula óssea, circula depois na corrente sanguínea por poucos dias e finalmente deslocam-se para os tecidos onde, por razões históricas, são denominados macrófagos (ou outros nomes).

 

Os monócitos que migram do sangue para os tecidos são denominados macrófagos. Os macrófagos são os responsáveis pela proteção dos tecidos. Mantêm os tecidos livres de corpos estranhos. São também as células predominantes na arteriosclerose.

 

Estas células são armazenadas em criopreservação com nitrogênio líquido e em certos períodos do ano são transportados e analisados no Laboratório de Metabolismo Celular da Universidade Federal do Paraná. Onde serão realizadas análises plasmáticas, Eletroforese: Método “SDS-PAGE” (Dodecil de Sulfato de Sódio – Eletroforese em Gel de Poliacrilamida) - Quantificação das Proteínas, Imunoblotting, Procedimentos no Citômetro de Fluxo, Cell-quest, Cultivo celular e avaliação da proliferação – Linfócitos, Análise de marcadores de superfície, Análise dos parâmetros de proliferação de células mononucleares através da marcação com diacetato de 5-carboxifluriceína, Marcação de linfócitos c/ anticorpo para CD4 e CD8 e Reagente TNFα inter leucina.

Parcial de Urina – este exame é utilizado para revelar alterações que abrangem todo o sistema urinário, que é composto pelos rins, ureteres, bexiga e uretra, sendo que sua utilidade principal é detectar patologias relacionadas ao rim, já que é neste órgão em que a urina é formada, e muitas patologias, como Diabetes Mellitus, Hipertensão Arterial, Cálculos Renais, entre outras, provocam a insuficiência renal. Além disso, outras patologias não relacionadas ao sistema urinário, acarretam em produtos metabólicos, que também podem ser detectados pelo exame.

Testes motores com célula de carga - determinação da aptidão anaeróbica  (APana) , força pico (Fpico), Torque (Tra) e concentração de lactato ([la-1]pico) em remada atada. Para isso, será utilizado um dinamômetro com capacidade de 200 N, contendo células de carga (strain gages) como elemento sensor primário a partir da aplicação elétrica de pontes de Weatstone (1/2 Bridge). Determinação força pico (Fpico) e torque (TME) dos movimentos específicos da modalidade. Serão avaliados os movimentos de puxada, empurrada, rotação interna e rotação externa de ambos os lados.

Teste de Força Máxima - para identificar os níveis de força pura e o acompanhamento da melhora eficiente atlética, está sendo realizado o teste de máximas repetições (1-10MR) em supino reto, tração de braços bilateral e unilateral, puxada na barra com lastro.

Concentrações de Glicemia - está variável é avaliada em todos os testes de campo (teste do quadrado, teste remada atada e prova oficial) a fim de analisar o comportamento dos níveis glicêmicos, antes, durante e após os testes propostos.

Concentrações de Lactato - está variável é avaliada em todos os testes de campo (teste do quadrado, teste remada atada e prova oficial) a fim de analisar o comportamento dos níveis de lactato, antes, durante e após os testes propostos auxiliando o entendimento dos efeitos provocados pelo HMB sobre o desempenho atlético, assim como na tomada de decisão para prescrição do treinamento.

Teste para canoagem Slalom – Teste Quadrado - no quadrado, os atletas realizam três voltas realizadas, firmando giros de 135º e 225º ao entre as balizas, para a direita e para a esquerda, completando ao todo três voltas seguidas pelo quadrado. Para se completar a volta no teste, o atleta deve passar o tronco na linha de chegada. Através do Teste Quadrado (TQ), é analisado o variável tempo total (TQ TT), volta média (TQ MED), melhor volta (TQ MV), pior volta (TQ PV) e o índice de fadiga (TQ IF).

 

Resistência de velocidade - para o teste de resistência de velocidade, cada atleta executa seis tiros consecutivos de 35 metros, com dez segundos para a virada e descanso . O teste de resistência de velocidade será utilizado para avaliar a resistência muscular dos atletas. São analisados a média dos seis tiros (RV MED), o melhor tempo (RV MT), o pior tempo (RV PT), com base nos dados é possível calcular a força de draga de cada atleta e o índice de fadiga (RV IF).

 

 

Força em deslocamento - no teste de força em deslocamento, cada atleta rema por 15 metros saindo entre uma porta oficial e chegando até outra. Os atletas executaram duas séries de cinco repetições com intervalo de 10 segundos entre as repetições. Sendo com intervalo mínimo de dez minutos Serão utilizadas as análises da média dos tempos (FD MED), o melhor tempo das séries tiros de cada atleta (FD MT) e o tempo do tiro (FD TT). Este teste será utilizado para avaliar a força muscular dos atletas,

 

Além do Percentual de Gordura, Massa Magra, Massa Gorda, Peso Corporal Total, Estatura Total, Estatura Troco Cefálica, Envergadura de MMSS, Dermatoglifia e Somatotipia.

 

“Esse tipo de atividade é realizado nas maiores equipes de alto rendimento, e atualmente isso só possível graças a parcerias entre a CBCa, FEPACAN, RADIMAGEM, Uniamérica e UFPR.”

Admin | Projeto Meninos do Lago | Desenvolvimento Carlos Henrique