Confederação Brasileira de CanoagemItaipu Binacional

Notícias

Começou o Brasileiro de Canoagem Slalom em Tomazina (PR)

13/11/2015
 

Com 224 embarcações participantes os melhores atletas do país agitaram as águas do Rio das Cinzas


Os melhores canoístas do país fizeram bonito nas classificatórias durante o primeiro dia do Campeonato Brasileiro de Canoagem Slalom 2015, que acontece até domingo, em Tomazina, Paraná. Ao todo 78 atletas desceram as corredeiras do Rio das Cinzas na busca pelo título. Ana Sátila foi a melhor nas duas categorias em que disputou. Pelo K1 Feminino Sênior ela fez o percurso em 94.03 segundo, já no C1 Feminino conseguiu terminar em 109.9.
 
Sátila fez uma análise das corredeiras no Rio das Cinzas e achou que o local propicia uma boa competição. “Essa pista é bem técnica e está bem rápida. Ele faz com que nós atletas nos superarmos cada vez mais”, ressalta.
 
No K1 Masculino Pedro Gonçalves fez o melhor tempo do dia: 79.91 segundos. Para ele a pista é rápida e técnica, mas é preciso muita atenção. “Tem muita pedra na lateral e embaixo, além da parte técnica nas balizas. Temos que cuidar com as pedras que a gente não vê”, lembra o atleta. Pelo K1 Masculino Júnior Daniel Negrão fez o melhor tempo. “Eu espero um resultado muito bom. Nas duas últimas edições eu fui o melhor, agora quero tentar manter o título”, lembra.

 
No C1 Masculino Sênior a briga está grande entre três competidores: Charles Corrêa, Leonardo Curcel e Felipe Borges, e quem fez a melhor prova do dia foi Corrêa, 93.17 segundos. “Eu vi que poderia ter bons resultados no C1. Apesar de focar no C2 não deixei de lado o C1”. Para Curcel a disputa ainda está em aberto. “Vai dar uma boa briga até domingo”. Já Borges comenta que a pista tem seus momentos fáceis e mais tranquilos. Ele elegeu o local mais complexo. “O trecho entre a 14 e a 15 (balizas) foi o mais difícil”.
 
Pelo C2 Masculino Sênior, Charles Corrêa e Anderson Oliveira fizeram o melhor resultado na categoria com o tempo de 97.54 segundos. Já Masculino Júnior os irmãos Wallan e Welton de Carvalho fizeram a prova mais rápida com o tempo de 102.15 segundos.  
 
Na avaliação de Ettore Ivaldi, treinador da Equipe Permanente do Brasil, o Canal Tomazina tem uma boa estrutura. “Acho que é uma pista muito boa e perfeita para um evento como este e também serviria para um Mundial Juvenil. Não digo só na estrutura dentro da água, mas também fora”, comenta.
 
Com aproximadamente nove mil habitantes o evento é considerado o maior já organizado no município para a Canoagem Slalom. Segundo Luciano de Souza, diretor do departamento de esportes de Tomazina, é um sonho realizar o evento. “Já sediamos vários eventos importantes, mas nada se compara o que será realizado neste fim de semana” afirma.

 
Neste sábado (14), começam as disputas pelas semifinais a partir das 12h00 com transmissão ao vivo pela internet através do canal do Youtube da Canoagem Brasileira: www.youtube.com/canoagembrasileira.
 
A Canoagem Brasileira vem ganhando destaque em níveis nacional e internacional através do trabalho incessante em transformar o esporte no país e tornar o Brasil uma das grandes potências da Canoagem Mundial. Para isso, a Canoagem Brasileira tem apoio significativo do Ministério do Esporte, Comitê Olímpico do Brasil, Comitê Paralímpico Brasileiro, Itaipu Binacional, Unimed, Seguros Unimed, e principalmente, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES que é o patrocinador oficial da Canoagem Brasileira e da GE do Brasil, mais novo patrocinador do esporte. O evento no Paraná também conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Tomazina que pretende transformar a cidade em referência na prática da Canoagem Slalom.
 
 
Confira os resultados completos:
 
Fotos em alta resolução:
 
Mais informações em:
 
Conheça o município de Tomazina:
Admin | Projeto Meninos do Lago | Desenvolvimento Carlos Henrique