Confederação Brasileira de CanoagemItaipu Binacional

Notícias

Retrospectiva 2013

05/01/2014

 

Projeto Meninos do Lago - Retrospectiva 2013

Ano da conquista “Orgulho Paranaense”

 

 

Atletas, treinadores, dirigentes e patrocinadores do Projeto Meninos do Lago não têm de que reclamar neste ano de 2013. Foi um ano verdadeiramente espetacular para a Canoagem Slalom Iguaçuense, não só com relação aos resultados conquistados dentro da água mas também em face das atividades desenvolvidas para exaltar os principais valores previstos no Projeto, como, por exemplo, a questão educacional e o respeito ao meio ambiente.

 

 

 

 

 

I – JANEIRO

 

CONVOCAÇÃO DOS ATLETAS WALLAN e WELTTON PARA A EQUIPE PERMANENTE

 

Os gêmeos Wallan Patrick de Carvalho e Weltton Pietro de Carvalho, do Projeto Meninos do Lago NI Vila C, que em 2013 completaram 16 anos não poderiam ter começado o ano melhor. Em janeiro foram convocados para substituírem dois atletas da Equipe Permanente que acabaram repetindo o ano escolar e, por esse motivo, foram dispensados até o mês de julho quando então poderiam retornar se não houvesse nenhuma nota vermelha nos respectivos boletins.

 

Em julho estes dois atletas apresentaram boletins apenas com notas azuis e, pelo compromisso anterior, deveriam reingressar à Equipe Permanente com a consequente saída dos gêmeos iguaçuenses. O problema é que os dois atletas além de serem extremamente educados e cativantes, souberam aproveitar muito bem toda a estrutura da Equipe Permanente de Canoagem Slalom e a média deles que no ano de 2012 foi de 94,78% do melhor barco nacional, baixou no ano de 2013 para 44,89% havendo uma significativa melhora de 111% nos índices nacionais.

 

Essa média é alcançada tendo o melhor barco nacional o índice de 0%, ou seja, quanto menor o percentual da embarcação com relação ao melhor barco mais produtivo está sendo o atleta. A melhor C2 júnior brasileira, que também é de Foz do Iguaçu,  terminou o ano com a média de 32,11% do melhor barco.   

 

Em virtude desse sobressalto técnico e pelo fato da necessidade de mudança de escola o que poderia prejudicá-los na questão educacional tornou-se impossível para a CBCa e FEPACAN dispensarem os gêmeos no mês de julho e ambos continuaram na equipe até o final do ano. Agora estarão recebendo mais uma boa e nova notícia, pois a Equipe Permanente será ampliada em 2014 para 20 atletas e eles farão parte dessa ampliação, com a autorização do Ministério do Esporte e BNDES.

 

II – ABRIL

 

RENOVAÇÃO CONTRATUAL COM A ITAIPU BINACIONAL

 

O ano começou tarde para os demais atletas do Projeto Meninos do Lago em virtude da renovação contratual com a patrocinadora Itaipu Binacional. Somente no dia 12 de abril foi possível a assinatura do Diretor Geral Brasileiro e Diretor Geral Paraguaio do Termo de Compromisso n°  4500026273, que autorizou a continuidade do Projeto pelo período de mais 36 meses.

 

Pela primeira vez houve contratação por período tão longo (três anos), isso já é um bom sinal decorrente da relação institucional entre a Federação Paranaense de Canoagem/Confederação Brasileira de Canoagem com a Itaipu Binacional. Se o trabalho não estivesse a contento, obviamente o prazo seria exíguo ou até mesmo não haveria renovação.

 

A assinatura desse Contrato, portanto, passou a ser a primeira grande vitória do ano de 2013.

 

III – ABRIL

 

X- GAMES

 

O Projeto foi assinado no dia 12 de abril e já no dia 18 os meninos e meninas que estavam com os cadastros regularizados tiveram uma oportunidade de ouro para assistir o mais importante evento radical do mundo que é o “X-Games”.

 

Foi um presentão inesquecível e a visita foi acompanhada pelos representantes de Itaipu, Márcio Bortolini, do Programa de Proteção à Criança e ao Adolescente (PPCA) da Assistência da Diretoria Geral (AS.GB) e Rebecca Montanheiro, da Divisão de Relações Públicas (CSRP.GB). “Não foi só uma oportunidade para os adolescentes conhecerem outros esportes, mas também para incentivá-los a treinar com afinco”, avaliou Bortolini.

 

IV – ABRIL

 

PRIMEIRA ETAPA DA COPA BRASIL DE CANOAGEM SLALOM – CERQUILHO - SP

 

Sem nenhum tempo de treino, o Instituto Meninos do Lago esteve presente na primeira etapa da Copa Brasil de Canoagem Slalom, que aconteceu nos dias 26 e 28 de abril na Cidade de Cerquilho, Estado de São Paulo.

 

“Vamos para lá apenas para marcar presença, pois será quase que impossível termos resultados significativos depois de quase sete meses parados, sem treino” dizia constantemente o treinador Adriano Siano.

 

Não só estava enganado com o prognóstico, como teve que trazer o primeiro caneco do ano relacionado ao título de campeão geral do torneio. Com 800 pontos, contra 575 de Piraju e 550 de Primavera do Leste, 100 de Brotas, 75 de Três Coroas, 75 de São José do Rio Pardo, 50 de Piracicaba, 25 de Águas Radicais, o Instituto Meninos do Lago venceu a primeira etapa do ano.

 

V – JUNHO

 

CAMPEONATO BRASILEIRO DE CANOAGEM SLALOM DA SEGUNDA DIVISÃO – PRIMAVERA DO LESTE - MT

 

Se sem treino já estava sendo possível, imagine então com um pouquinho dele. Nos dias 07, 08 e 09 de junho a Cidade de Primavera do Leste, no Estado do Mato Grosso, sediou o Campeonato Brasileiro da 2ª Divisão. Pela primeira vez na história da Canoagem Slalom brasileira, um evento teve mais de 200 embarcações inscritas.

 

Ao todo foram 211 embarcações com atletas entre 7 a 25 anos das cidades de Três Coroas (RS), Foz do Iguaçu (PR), Estância Turística de Piraju (SP), Piracicaba (SP), Macaé (RJ) e Primavera do Leste (MT), que acabaram realizando provas emocionantes em 20 categorias masculinas e femininas.

 

O Instituto Meninos do Lago venceu com  1475 pontos, ficando à frente da APEN (Piraju, SP), com 800 pontos, APCA (Primavera do Leste), com 425 pontos, ASTECA (Três Coroas, RS), com 350 pontos, ASCAPI (Piracicaba, SP), com 150 pontos e AEEMA (Macaé, RJ), com 125 pontos.

 

VI – JULHO

 

SEGUNDA ETAPA DA COPA BRASIL DE CANOAGEM SLALOM – MACAÉ – RJ

 

A 2ª Etapa da Copa Brasil de Canoagem Slalom aconteceu no Bairro de Glicério, na região serrana da Cidade de Macaé, nos dias 26, 27 e 28 de julho, contando com a participação de 156 embarcações na 2ª Divisão e 113 atletas na 1ª Divisão. A prova que chegou a bater o recorde de inscrições, porém, infelizmente, ainda não foi dessa vez que um evento do Circuito Nacional passa das 300 embarcações em virtude de algumas desistências. Mesmo assim, participaram 269 embarcações, que continua sendo um excelente número para a Canoagem Slalom.

 

Em Macaé o ranking por associações, que é a soma da pontuação dos respectivos atletas da primeira e segunda divisão, terminou da seguinte forma:

 

·         IMEL        Instituto Meninos do Lago Foz do Iguaçu  - 1925

·         APEN       Associação Pirajuense de Esportes Naúticos Piraju - 1425

·         APCa       Associação Primaverense de Canoagem Primavera do Leste -  675

·         ASTECA   Associação Trescoroense de Canoagem Três Coroas650

·         AEEMA    Associação Educativa de Esportes e Meio Ambiente Macaé - 425

·         ASCAPI    Associação de Canoagem de Piracicaba Piracicaba - 225

·         DEC          Departamento de Esportes e Cultura São José Rio Pardo - 125

·         ATOCA     Associação Tomazinense de Canoagem - 100

 

VII – AGOSTO

 

 EXAME DE FAIXA AZUL

 

Dentre várias inovações que o Projeto Meninos do Lago inseriu em sua metodologia de trabalho, uma diz respeito às “faixas de segurança” para os atletas. Desde o ano de 2010, os atletas são separados de acordo com o aprendizado dos fundamentos técnicos da Canoagem Slalom.

 

No estágio inicial o atleta recebe a faixa branca e após 06 meses de prática já deve passar para a faixa amarela. Após a faixa amarela vem a verde, azul e preta. Normalmente o atleta leva 30 meses para alcançar a faixa azul, treinando três vezes por semana no início e todos os dias à partir da faixa verde.

 

A preta ele só terá direito quando for convocado para a Seleção Brasileira, obviamente que já tendo alcançado o estágio azul. Para cada ínterim que compreende a mudança de faixa, existem fundamentos diferenciados para serem aprendidos. O atleta que chegar à faixa azul, será capaz de descer rios classes 3+.

 

São impostos limites de navegação dentro do Canal Itaipu para cada faixa, sendo que os atletas das faixas brancas e também das amarelas, só podem remar até a primeira bacia do Canal. Faixas verdes podem remar até a segunda bacia e faixas azuis o Canal todo.

 

No final do mês de agosto, foi realizado mais um exame para mudança de faixa verde para faixa azul. Muito embora a média de tempo para se conseguir a faixa azul seja de 30 meses, esses atletas superaram as expectativas, face à dedicação e também ao talento individual. São eles:

·   

  •       João Vitor Petry - nascimento 23/06/2001 -  início das atividades – dez/2011
  •       Pedro Lucas de Oliveira – nascimento 11/04/2001 -  início das atividades – jan/2010
  •       Michel Trindade Moura – nascimento 19/07/1998 – início das atividades – mar/2012
  •       Celso Gonçalves Martins – nascimento 03/11/1998 – início das atividades – julho/2010
  •       Luciano Santos de Lima – nascimento 22/07/1997 – início das atividades- julho/2011

 

Hoje já são 21 atletas Faixas Azuis no Projeto Meninos do Lago e 4 Faixas Pretas presentes na Equipe Permanente de Canoagem da Confederação Brasileira de Canoagem. Todos esses atletas já possuem nível técnico para buscar vagas em eventos internacionais.

 

Segundo o treinador Adriano Siano Bragança, os talentos estão se desenvolvendo cada vez mais precocemente:

 

“Nós temos sido surpreendidos com o desempenho dos atletas mais novos. Parece que a cada nova geração que é inserida no projeto, maiores são as facilidades de aprendizado e o desenvolvimento técnico se torna muito mais rápido. Além disso, parece que fica cada vez mais comprovado para nós, que a idade ideal para se começar neste esporte é entre 07 a 08 anos”.

 

VIII - SETEMBRO

 

CAMPEONATO BRASILEIRO DE RIVER SUP RAFTING

 

Pela primeira vez no Brasil a CBSUP – Confederação Brasileira de Standup Paddle em parceria com a ADERE e IMEL realizou o Campeonato Brasileiro de “River Sup Rafting”. Os atletas do Projeto Meninos do Lago foram responsáveis pela arbitragem e apuração dessa prova histórica e obtiveram grandes elogios da própria Confederação Brasileira de Stand Up e dos demais organizadores.

 

Segundo o Presidente Ivan "Nós devemos esse evento a vocês, se não estivessem presentes seria muito difícil para a CBSUP fazer toda a apuração, ainda mais por tratar-se do primeiro evento dessa natureza em nosso País. A experiência e organização de vocês, mesmo ainda sendo muito novos, foi surpreendente e muito gratificante ".

 

Mais surpreendente ainda foi o fato de que atletas do IMEL que nunca haviam visto pranchas de Stand Up na vida conquistaram boas colocações no masculino e feminino. Dos cinco primeiros colocados, três pertencem ao Projeto Meninos do Lago, ou seja, mais uma vez está comprovado de que para estes atletas basta apenas a oportunidade.

 

IX – SETEMBRO

 

CURSO DE PRIMEIROS SOCORROS

 

No dia 14 de setembro os atletas do Projeto Meninos do Lago que passaram do nível da faixa verde para faixa azul, realizaram no SE.AD da Itaipu Binacional o Curso de Primeiros Socorros, previstos no Regimento Interno para  a mudança de faixa.

 

O Curso foi brilhantemente ministrado pelos Bombeiros Márcio Marchetto e Márcio Paulin e temas importantes como os principais procedimentos a serem realizadas em casos de acidentes aquáticos e terrestres foram exaustivamente repassados para todos os atletas e instrutores presentes.

 

Para o novato da Turma, o João Vitor Petry, atleta de apenas 11 anos que já conseguiu chegar ao nível de faixa azul, o curso foi bem interessante porque propiciou o aprendizado de muitas coisas importantes:

 

 “Eu aprendi que o mais importante em casos de acidente é a sinalização e a verificação da segurança do local do acidente, para somente depois tentar ajudar. Aprendi também que o número do telefone do bombeiro da Itaipu fica na minha carteirinha. Se houver algum problema é só ligar para eles”.

 

Além dos instrutores Argos Gonçalves Dias Rodrigues, Mayara Cordeiro, Angel Cardoso e Adriano Siano Bragança, participaram do curso os seguintes atletas:

 

·         João Vitor Petry;

·         Jean Carlos da Silva;

·         Jean Leandro de Oliveira;

·         Luciano Santos de Lima;

·         Maryane Camargo dos Santos;

·         Pedro Lucas de Oliveira;

·         Tatiane Aparecida da Silva;

·         Wallan Patrick de Carvalho;

·         Weltton Pietro de Carvalho.

 

 X - SETEMBRO

 

TERCEIRA ETAPA DA COPA BRASIL – TRÊS COROAS - RS

 

O famoso “Parque Laranjeiras”, um paraíso turístico na cidade de Três Coroas há poucos mais de 100 quilômetros de Porto Alegre, recebeu mais uma edição da Copa Brasil de Canoagem Slalom.

 

O evento contou com 113 embarcações na primeira divisão e 109 embarcações na segunda divisão. No total foram 222 embarcações que representaram os núcleos de canoagem das cidades de Três Coroas (RS), Foz do Iguaçu (PR), Tomazina (PR), Piraju (SP), Piracicaba (SP), São José do Rio Pardo (SP), Primavera do Leste (MT).

 

A equipe campeã foi mais uma vez o Instituto Meninos do Lago, da cidade de Foz do Iguaçu, com 1.925 pontos. O Projeto Talento das Águas, da cidade da Estância Turística de Piraju, ficou em segundo lugar com 1.920. Na disputa pelo terceiro lugar houve empate entre a Associação Três Coroense de Canoagem - ASTECA e o núcleo de Primavera do Leste, no total de 800 pontos.

 

XI - OUTUBRO

 

CAMPEONATO BRASILEIRO DA PRIMEIRA DIVISÃO – FOZ DO IGUAÇU - PR

 

O Campeonato Brasileiro de Canoagem Slalom, realizado no Canal Itaipu, em Foz do Iguaçu, nos dias 19 e 20 de outubro, foi um grande atrativo não apenas para atletas, equipe técnica e federações mas, principalmente, para os três principais parceiros: Itaipu Binacional, BNDES e Ministério do Esporte.

 

Foi o melhor e mais bem estruturado evento nacional já realizado no Brasil e o resultado geral foi o seguinte:

·        

  •       IMEL – PR   -  805
  •         APEN – SP  -  675
  •         APCa – MT650
  •         ASTECA – RS - 150
  •         ASCAPI – SP -   75
  •         ATOCA – PR -   40
  •         AEEMA – RJ -   25
  •          DEC – SP25   

 

XII - NOVEMBRO

 

EXPEDIÇÃO ÁGUA BOA

 

A noite de sexta-feira (8) foi de festa para os participantes da Expedição São Francisco Verdadeiro. A celebração do Pacto das Águas do Rio São Francisco marcou o fim da jornada, iniciada seis dias antes. Os 50 jovens expedicionários se uniram aos organizadores, alunos da rede pública de Entre Rios do Oeste e convidados para encerrar a viagem em grande estilo. 
    

Os expedicionários partiram da associação dos pescadores e foram à Base Náutica de Entre Rios em dois barcos, sendo recebidos ainda na água pelos participantes do Projeto Meninos do Lago, que fizeram a escolta até a chegada. Em terra firme, receberam os cumprimentos do superintendente de Gestão Ambiental da Itaipu e coordenador da expedição, Jair Kotz, e do diretor de Coordenação, Nelton Friedrich.

 

Canoagem  se faz em "Água Boa" e, coincidentemente, o projeto mais aclamado e premiado da Itaipu Binacional leva também este nome. Não é por acaso que o Projeto Meninos do Lago é reconhecido como referência nacional, pois além de possuir uma patrocinadora que investe e vivencia os mais diversos fatores de revitalização do meio aquático, fauna e flora, ela oferece aos seus parceiros a possibilidade de convivência e reverência ao meio ambiente.

 

"Itaipu Binacional, a energia gerando ouro nos pódios nacionais e internacionais". 

 

 XIII – NOVEMBRO

 

VISITA DA XUXA

 

Quem esteve presente na Itaipu Binacional neste dia 22 de novembro de 2013, foi a “rainha dos baixinhos”, Xuxa Meneghel.  Ela foi escolhida como madrinha da “Campanha Trinacional de Combate à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes”.

 

Infelizmente a visita dela ao Canal Itaipu teve que ser adiada em virtude dos inúmeros compromissos na Cidade, porém, carinhosamente ela chamou os atletas do Projeto Meninos do Lago para estar junto em uma cerimônia onde deixou sua assinatura no Viaduto da Avenida JK.

 

Para os baixinhos do Projeto Meninos do Lago foi uma grande honra poder ter ficado perto da Xuxa, todos ficaram emocionados com a presença da Rainha.

 

XIV – DEZEMBRO

 

PRÊMIO “ORGULHO PARANAENSE”

 

Na noite desta quarta-feira (11), em Curitiba (PR), o Projeto Meninos do Lago (IMEL) ganhou o Prêmio Orgulho Paranaense 2013, concorrendo como um bom exemplo de ação no esporte na categoria: “Federação Esportiva”. O prêmio foi através da Federação Paranaense de Canoagem (FEPACAN). O Meninos do Lago conta com apoio da Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa) além da importante parceria com a Itaipu Binacional. Hoje ele é conhecido na Canoagem Brasileira como um grande celeiro de novos talentos da Canoagem Slalom.

 

O evento criado pela Secretaria de Estado do Esporte e do Turismo em parceria com a RPCTV tem como intuito exaltar entidades ou cidadãos paranaenses em destaque no esporte. Neste ano a FEPACAN concorreu na fase final com outros dois importantes projetos desempenhados no Estado, um realizado pela Federação Paranaense de Ciclismo com a ação Clube Educacional da Bicicleta e outro da Federação Paranaense de Hipismo com ação Enduro Paraequestre.

 

Para o presidente da FEPACAN, Valdecir Fernandes da Cruz, foi uma honra muito grande participar e ser escolhido de mais essa nova iniciativa do Governo do Paraná:

 

“Quando elaboramos o Projeto, fizemos com a intenção de ser realmente inovador para o esporte da Canoagem Slalom Brasileira. Os princípios morais e éticos bem definidos que contemplam não só a formação desportiva, mas, principalmente, a formação social do nosso atleta tem revelado ser a grande chave do sucesso, visto que o IMEL (Instituto Meninos do Lago), desde que iniciou sua participação no Ranking Nacional da Canoagem Slalom no ano de 2010 é o grande campeão na 1ª e 2ª Divisões, sendo que neste ano não perdeu uma etapa sequer no Circuito. Para nós é uma surpresa e uma honra muito grande sermos escolhidos no Prêmio Orgulho Paranaense 2013”.

 

Argos Gonçalves Dias Rodrigues, um dos idealizadores do Projeto e superintendente da CBCa, avalia que o resultado concreto de hoje e a consagração com o reconhecimento através do prêmio deve-se principalmente à confiança dos patrocinadores que ajudaram na execução do Meninos do Lago:

 

“O Projeto seria apenas mais uma das inúmeras ações desportivas existentes no Estado do Paraná se não fosse o apoio e patrocínio de uma das maiores empresas brasileiras: a Itaipu Binacional. O padrão de excelência dessa empresa exigiu que tivéssemos bem definidos a visão, os principais valores e a missão que norteiam todas as nossas ações e os resultados não poderiam ter sido outro senão a de se transformar no Projeto Modelo da própria Confederação Brasileira de Canoagem”.

 

XV – DEZEMBRO

 

QUARTA ETAPA DA COPA BRASIL DE CANOAGEM SLALOM

 

Dias 14 e 15 de dezembro foi realizada a quarta e última etapa da Copa Brasil de Canoagem Slalom de 2013. O Projeto Meninos do Lago, por apenas 75 pontos, deixou de levar as quatro etapas do ano e acabou perdendo no resultado geral para o Projeto Talentos das Águas, da Cidade da Estância Turística de Piraju, anfitriã do evento. O embate foi de 2000 contra 2075 para a Cidade Paulista, lembrando que cada medalha de ouro vale 100 pontos, prata 50 e bronze 25.

 

Nas fortes corredeiras do Rio Paranapanema participaram 79 atletas na primeira divisão e 118 atletas na segunda divisão.

 

Equipes Geral

Equipes

Total

Colocação

APEN

2075

1

IMEL

2000

2

APCa

700

3

ASCAPI

375

4

ABEA

200

5

APERA

125

6

ATOCA

100

7

DEC

50

8

ASTECA

0

9

CANOKEN

0

10

Club

0

11

 

 

XVI – DEZEMBRO

 

RANKING GERAL

 

Desde que foi inventado no ano de 2010 o Ranking Nacional da Segunda Divisão, o Instituto Meninos do Lago venceu todos. Em 2013 finalizou com 4593 pontos, contra 2970 da APEN, 1735 da APCa, 978 da AEEMA, 945 da ASTECA, 748 da ASCAPI, 103 BROTAS e 57 da APERA.

 

Quanto ao Ranking Nacional da Primeira Divisão, o IMEL só venceu 2010, 2012 e 2013. Em 2013, fechou com a seguinte pontuação:

FOZ DO IGUAÇU           PR

PIRAJU              SP

PRIMAVERA DO LESTE    MT

PIRACICABA    SP

TRÊS COROAS         RS

S.J.RIO PARDO                SP

TOMAZINA                        PR

MACAÉ       RJ

BROTAS ABEA    SP

BROTAS AGUAS RADICAIS SP

IBIRAMA           SC

3614

3527

1532

842

1021

336

181

276

128

64

27

 

XVII – AUXÍLIOS GOVERNAMENTAIS

 

Vários atletas do Instituto Meninos do Lago recebem auxílio do Governo Federal, através do Programa Bolsa Atleta e também do Governo Estadual, através do Programa Top 2016. Ao todo são 28 atletas que recebem auxílio pecuniário público no valor entre R$ 500,00 a R$ 1.850,00, variáveis de acordo com os respectivos resultados e idade.

 

Além disso, se o atleta fazer parte da Equipe Permanente, o mesmo valor do Governo Federal é repassado pelo BNDES, ou seja, o IMEL possui hoje 4 atletas que recebem R$ 1.850,00 de forma dobrada e outros quatro que recebem R$ 925,00, também de forma dobrada por estar na equipe nacional.

 

Para o ano de 2015, quase todos os atletas beneficiados pelo Programa Paranaense  Top 2016 também terão direito ao beneplácito do Bolsa Atleta do Governo Federal, de forma que suas receitas aumentarão de forma substancial.

 

Esses valores ainda poderão ser considerados módicos se o atleta do Instituto Meninos do Lago obtiver resultados internacionais expressivos, colocando o Brasil entre os 20 primeiros países do mundo no circuito internacional ele poderá receber hoje, através do Programa Bolsa Pódio, do Governo Federal, até R$ 8.000,00 que deverá ser dobrado se pertencer à Equipe Permanente ou então chegar aos patamares máximos de R$ 11.000,00 ou R$ 15.000,00 se estiver entre os 10 primeiros países, o que seria uma mudança radical na vida de qualquer atleta amador do Brasil.



XVIII – EQUIPE PERMANENTE

 

Para 2014 serão 20 atletas concentrados em Foz do Iguaçu sendo preparados para os eventos internacionais. Destes, 08 serão filiados ao Instituto Meninos do Lago os quais deixarão de ser mencionados nas prestações de conta do Projeto em virtude de alcançarem status e condições de vida não condizentes com o público alvo do Projeto Meninos do Lago.

Obviamente que continuarão representando o IMEL que é a Entidade de Prática Desportiva a qual são filiados, porém no Projeto Social/Desportivo denominado Meninos do Lago darão lugar a outros atletas.

 

XIX – VIAGENS INTERNACIONAIS

 

Atletas do IMEL estiveram presentes em 2013, representando a Seleção Brasileira, nos seguintes Países: Alemanha, Espanha, Eslováquia, Eslovênia, República Tcheca e Chile.

 

XX – RESULTADOS INTERNACIONAIS

 

Os resultados mais importantes conquistados pelos atletas do Instituto Meninos do Lago no ano de 2013 foram:

·        

  •      Leonardo Curcell – vice campeão Sul americano – Chile – C1MSR
  •        Daniel Santos – Campeão Sul-americano – Chile – C1MJR
  •         Maicon de Borba/Carlos Silva – Campeões Sul-americanos – Chile – C2MJR
  •         Ana Paula Fernandes – Campeã Sul-americana – Chile – C1F
  •         Fábio Schena Dias Rodrigues – Campeão Sul-americano – Chile – K1MSR

 

XXI – REPROVAÇÃO ESCOLAR

 

O Projeto Meninos do Lago iniciou no ano de 2009 e sempre foi marcado pela presença de vários atletas não muito assíduos nas escolas da Vila C e Bairro Morumbi o que determinava a reprovação escolar de algo em torno de 15 a 20%.

 

Via de regra, os diretores das escolas parceiras da Vila C e Bairro Morumbi, vislumbraram no Projeto Meninos do Lago uma forma de submeter seus maus alunos a um ambiente novo na tentativa de recuperação escolar e até mesmo social.

 

Não obstante o Projeto ter como o seu principal valor a questão educacional na sua forma mais ampla de compreensão, a estrutura prevista não era suficiente para resolver todos os problemas educacionais, em especial no tema que se refere às notas escolares.

 

À partir do ano de 2010, após o primeiro ano o projeto ter fechado com 12 atletas reprovados de ano em um universo de 80, a Confederação Brasileira de Canoagem e Federação Paranaense de Canoagem inseriram em seu regimento interno que o não comprometimento com a aprovação escolar significaria a paralisação das atividades desportivas por um período mínimo de 6 (seis) meses. Se o atleta reprovasse de ano, teria o primeiro semestre para recuperar suas notas e não obtendo nenhuma nota vermelha o seu lugar estaria reservado para o retorno.

 

Essa atitude foi extremamente elogiada pelos atletas e pelos seus respectivos pais. Mais ainda pelos Diretores das escolas que viram mudanças consistentes inclusive no comportamento social de vários membros do Projeto Meninos do Lago. Todavia, os índices ainda continuaram altos nos anos de 2010, 2011 e 2012, algo em torno de 10% em universo de 100 atletas.

 

À partir do ano de 2013, a Itaipu Binacional autorizou a contratação de uma “ex atleta” que estava se formando em pedagogia. Montou-se uma sala de aula no mirante do Canal da Piracema e a partir de então, atletas com notas vermelhas não mais treinavam sem antes completarem as suas tarefas diárias. Sem dúvida alguma essa medida surtiu enorme efeito, pois o índice de 2013 caiu para 4,80%. Entre 104 alunos e escolas públicas, apenas 5 reprovaram de ano conforme demonstra o excel anexo.

 

 

“ITAIPU BINACIONAL, ENERGIA QUE GERA OURO”.

 

Argos Gonçalves Dias Rodrigues

Janeiro 2014.

 

 

 

 

  

Admin | Projeto Meninos do Lago | Desenvolvimento Carlos Henrique