Confederação Brasileira de CanoagemItaipu Binacional

Notícias

Vanderlei Cordeiro de Lima - Um exemplo a ser seguido

13/07/2011

 

 

 

Leia um pouco – fonte
 
Vanderlei Cordeiro de Lima (Cruzeiro do Oeste, 4 de julho de 1968), é um ex-maratonista brasileiro. Antes de ser atleta Vanderlei era bóia-fria.

Tornou-se uma das celebridade dos Jogos Olímpicos de Atenas em 2004 quando, após liderar a maratona até cerca do 36º quilômetro, foi atacado e derrubado por um fanático religioso irlandês, o ex-sacerdote Cornelius Horan. Ajudado por alguns espectadores da corrida, retornou a prova e ainda conseguiu garantir a medalha de bronze, sendo aplaudido de pé quando entrou no estádio Panathinaikos.

Encerrou sua carreira em 31 de Dezembro de 2008, fazendo seu tradicional aviãozinho, na Corrida de São Silvestre.

 

Medalha Pierre de Coubertin

Por seu feito, seu espírito esportivo e humildade após a prova, Vanderlei foi ainda agraciado com a Medalha Pierre de Coubertin concedida para atletas que valorizam a competição olímpica mais do que a vitória e que é considerada uma honra elevadíssima atribuída pelo Comité Olímpico Internacional.

Antes de Vanderlei, o último atleta a receber a homenagem tinha sido o velejador canadense Lawrence Lemieux, que nos Jogos de Seul, em 1988, abandonou a disputa de sua prova para salvar uma pessoa que havia caído no mar.

Dois outros atletas a receberam postumamente, o tcheco Emil Zatopek e o alemão Lutz Long.

 

Homenagem

O jogador brasileiro de vôlei de praia Emanuel, da dupla Ricardo e Emanuel, que conquistaram a medalha de ouro da modalidade em Atenas 2004, ao se encontrar publicamente com o Vanderlei em um programa de televisão, deu para ele a sua medalha de ouro de presente. Vanderlei, com humildade, agradeceu o presente mas recusou a medalha emocionado.[1]

 

História

Anteriormente a seu status de celebridade mundial com o ocorrido em Atenas, Vanderlei já era um atleta reconhecido de nível internacional, vencedor da Maratona de Tóquio no Japão em 1998 e bicampeão nos Jogos Pan-americanos de Winnipeg e Santo Domingo. No cenário brasileiro, entre outros triunfos, ele também foi bicampeão da famosa Volta Internacional da Pampulha, em Belo Horizonte, Minas Gerais, em 1999 e 2002.
 
Admin | Projeto Meninos do Lago | Desenvolvimento Carlos Henrique