Confederação Brasileira de CanoagemItaipu Binacional

Notícias

Programa Paraná Talento Olímpico

27/06/2011

 

 

 

 

 

 

 

Graças à conquista dos Jogos Olímpicos de 2016, várias ações públicas e privadas visando a preparação dos atletas das modalidades que participarão desse megaevento estão sendo deflagradas por todo o País. Está cada vez mais evidente que o Brasil realmente se despertou para as atividades olímpicas.
A canoagem brasileira que sempre foi dependente dos parcos recursos oriundos dos poderes públicos, e que sempre recebeu a pecha de “esporte nanico”, hoje já se depara com outra realidade. Às vésperas de assinar seu primeiro contrato com um forte patrocinador, o Banco BNDES, tem recebido grandes incentivos do Governo Federal principalmente com relação ao Programa Bolsa Atleta, onde vários de seus atletas cadastrados foram contemplados com o mais espetacular projeto de incentivo direto já realizado no Brasil.
Muitos estados brasileiros legislaram nessa mesma linha de benefícios diretos nesses últimos 8 (oito) anos, o qual, infelizmente, o Paraná passou despercebido em virtude da comprovada ausência de interesse por parte do Governo local.  A Assembleia Legislativa do Paraná até que tentou inserir o Estado nessa vertente olímpica, mas foi barrada com a ausência de regulamentação, por parte do Executivo, da Lei que ela havia aprovada.
Com a mudança de governo a coisa começa a mudar para a satisfação dos atletas olímpicos da canoagem. No dia 15 de junho passado chegou à Federação Paranaense de Canoagem o Ofício Circular n° 001/2001 GAB, assinado pelo Secretário Especial de Esporte, Evandro Rogério Roman, comunicando o lançamento do Programa Paraná Talento Olímpico e Paraolímpico, oferecendo 6 (seis) Bolsa Esporte para atletas entre 11 a 18 anos, para receberem o valor de R$ 500, 00 (quinhentos reais) no período de agosto a dezembro de 2011.
Coube às federações a difícil missão de indicar os atletas com possibilidades de representar o Estado do Paraná em competições, bem como atuar nas olimpíadas de 2016. Pelo fato da Federação Paranaense de Canoagem poder ser considerada hoje como uma das principais federações nacionais do quadro da CBCa, com inúmeros atletas aptos a esse beneplácito, a Diretoria Executiva deliberou no sentido de se criar critérios claros que se aproxime o máximo possível de uma escolha justa. Por esse motivo as indicações se deram com base nos seguintes argumentos:
  
1º  IDADE – Entre 11 a 18 anos (norma estabelecida pelo Governo);
2º MODALIDADE – Velocidade ou Slalom (norma estabelecida pelo Governo);
3º RANKING NACIONAL – Primeiros do Ranking Nacional de 2010;

4º SEM AUXÍLIO FINANCEIRO – Atleta sem patrocínio ou Bolsa Atleta Federal;

5º CADASTRO ATUALIZADO - Atletas em dia com suas responsabilidades cadastrais;

6º CASO DE EMPATE – prioridade para o Atleta mais jovem;

 

Diante desses critérios e pelo fato da necessidade de se enviar as informações até o dia 28/06, não havendo tempo hábil para uma pesquisa mais detalhada com todos os filiados, foram encontrados os seguintes atletas aptos à reivindicação:

 
Canoagem Slalom:
 
Daniel Siqueira -  Foz do Iguaçu
Luiz Henrique - Foz do Iguaçu
Felipe Almeida - Foz do Iguaçu
Guilherme Schena Dias Rodrigues - Foz do Iguaçu
Ana Paula Fernandes de Castro - Foz do Iguaçu

Canoagem Velocidade:
 
Matheus Henrique Santana Ferreira -  Ribeirão Claro – PR

 
A Federação Paranaense de Canoagem pede desculpas a eventuais filiados que porventura também esteja enquadrado dentro desses critérios e solicita que seja comunicada de imediato para que na próxima edição possa elaborar escolhas mais criteriosas. Mas de qualquer forma parabeniza o atual Governo do Paraná o qual, em pouquíssimo tempo, já demonstrou uma grande sintonia com os esportes olímpicos mudando por completo a visão do Estado com relação ao principal evento desportivo de todos os tempos que será realizado no Brasil – os Jogos Olímpicos Rio 2016 - e onde, agora, deverão estar presentes vários atletas paranaenses.

Valdecir Fernandes da Cruz - Presidente
 
Admin | Projeto Meninos do Lago | Desenvolvimento Carlos Henrique