Confederação Brasileira de CanoagemItaipu Binacional

Notícias

Importância do Canal Itaipu para a Canoagem Brasileira

30/09/2009

Nos últimos cinco anos do Campeonato Mundial de Canoagem Slalom, as competições foram realizadas em canais artificiais, sendo que o palco da edição de 2007 foi o próprio Canal Itaipu, com a participação de 62 países que buscavam as vagas para os Jogos Olímpicos de Pequim.

Existe uma diferença muito grande entre remar em um rio natural e um canal artificial onde os obstáculos são cuidadosamente instalados de forma a aumentar consideravelmente o nível de dificuldade para a modalidade.

“É mais ou menos como treinar em quadra de saibro para jogar uma competição de tênis na grama”, assim definiu o atleta João Vitor acostumado com a prática nas duas condições e atualmente treinando no Canal Itaipu.

Segundo o Técnico Antonio Alves “o atleta iniciante que levava em torno de 15 meses treinando 3 vezes por semana para aprender os fundamentos básicos da Canoagem Slalom em um rio natural, hoje no Canal Itaipu o atleta consegue resultados ainda maiores com apenas 5 meses de trabalho. As diferenças entre o ritmo de aprendizagem e condições de trabalho nas duas realidades são enormes”.

Para corroborar com as afirmações acima basta atentarmos para o fato de que o Brasil não conseguia vagas para os Jogos Olímpicos desde a edição de Sidney, no ano de 2000. Com o pequeno treinamento ininterrupto no Canal Itaipu de abril a outubro de 2007 e alguns poucos estágios realizados em canais artificiais fora do Brasil a atleta Poliana Aparecida de Paula conseguiu, pela primeira vez na história da canoagem brasileira, uma vaga para os Jogos Olímpicos de Pequim comprovando de forma inequívoca que o Canal Itaipu é a maior ferramenta de êxito desportivo para essa modalidade nacional.

 

Argos G. D. Rodrigues – Projeto Meninos do Lago – 30/09/2009
Admin | Projeto Meninos do Lago | Desenvolvimento Carlos Henrique