Notícia
15/10/2020 04:10
Três Coroas realiza eventos de canoagem nas corredeiras
Foram realizadas provas na Canoagem Slalom e na Canoagem Descida, o grande desafio foi organizar as competições no período de pandemia

Três Coroas aceitou o desafio e organizou dois eventos simultâneos de canoagem, foram adotados todas as normas preventivas e protocolares para ser o palco do Aberto Nacional de Canoagem Slalom e Descida, evento realizado de 09 a 11 de outubro no Parque das Laranjeiras, foram aproveitados os protocolos adotados pelas empresas de rafting locais para o retorno das atividades de ecoturismo.
 
O rio Paranhana recebeu mais de 60 atletas vindos dos estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul e da Venezuela, cujo parte da seleção nacional encontra-se em treinamento no Brasil, visando a classificatória olímpica continental, em 2021.
 
No sábado pela manhã (10/10) foi realizada a tradicional prova de Canoagem Descida Clássica, na qual os atletas remaram por 3,0 km de constantes corredeiras. Na categoria “Creek” Sandro da Silva conquistou o bronze, Leon Schuster a prata e a medalha de ouro foi para o anfitrião Rafael Bertoldi.
 
Na Categoria “Play Boat” o pódio foi formado por Davi Becker (bronze), Gilberto Virote (prata) e Daniel Elias Haag (ouro). A única prova coletiva foi a da classe “Duck Misto”, a dupla formada pelo pai e filha, os três coroenses Leonardo e Luísa Selbach, conquistaram a segunda posição, Anderson e Beatriz Motta foram os campeões.
 
A prova mais disputada de todo o evento ficou por conta da categoria “4.5 Sênior”. Rafael Girotto com o tempo de 12’ 00” 441  garantiu o bronze, o venezuelano Melquisidec Vega Perez conquistou a prata ao finalizar o percurso em 11’ 58” 491, Edgar Balbuena  ao traçar uma boa estratégia, cruzou a linha de chegada em 11’ 38” 730 e levou o ouro para o estado do Mato Grosso do Sul.
 
“O rio Paranhana oferece todas as condições técnicas para a realização das provas da modalidade Descida, a partir de 2021 a cidade integrará o circuito nacional com validação de pontos no Ranking Nacional” concluiu Rafael Girotto, Supervisor da modalidade.
 
O período da tarde, conforme previsto na programação, foi reservado para a descida festiva do Rio Paranhana. “A proposta teve como objetivo agregar os adeptos de várias modalidades da canoagem – Slalom, Descida, Rodeio, Rafting, Duck – e assim disseminar a cultura da prática esportiva no país” ressaltou Jean Moller, presidente da Associação Três Coroense de Canoagem – ASTECA.
 
No domingo pela manhã, o tradicional percurso do Parque das Laranjeiras, sede do mundial de Canoagem Slalom em 1997, recebeu os melhores atletas país.
 
Os canoístas da categoria “Iniciantes” abriram o percurso. Bruno Penz, Raikkonen Oliveira e Sofia Milena conquistaram respectivamente as medalhas de ouro, prata e Bronze.
 
No K1 Feminino as irmãs Sofia (Instituto Meninos do Lago – IMEL) dominaram as 20 portas distribuídas pelos 250 metros de corredeiras - Poliana Sofia terminou na vice posição e Daniela Sofia não deixou escapar o título.
 
A hegemonia da família Sofia foi quebrada na Canoa Feminina, a atleta Beatriz Motta  - Associação Pirajuense de Canoagem (APEN) -  subiu no lugar mais alto do pódio, seguida por Poliana e Daniela Sofia.
 
O campeão do C1 Masculino foi Igor Siebel, o atleta da casa finalizou o percurso com o tempo de 106 segundos, o venezuelano Melquisidec Vega Perez terminou com vice-campeonato e Thiago Serra (Associação de Canoagem de Piracicaba - ASCAPI) na terceira posição.
 
Os anfitriões dominaram as provas masculinas do caiaque. Na Categoria Júnior Natan Fros finalizou na terceira posição, o vice-campeonato ficou com Richard Winkler e Vitor Pinto, com o tempo de 107” 64 assegurou mais um ouro para o time gaúcho. Já na Sênior, Guilherme Mapelli foi o mais rápido do evento com 94”11, seguido por  Murillo Sorgetz e Diogo Manomics.
 
A prova de Canoagem Descida Sprint fechou com “remo” de ouro o final de semana de muitas atrações e competitividade. Pedro Aversa ((Associação de Canoagem de Piracicaba - ASCAPI)) desceu os 250 metros em 54”007 e sagrou-se campeão, Rafael Girotto terminou com a prata e Edgar Balbuena com o Bronze, ambos do Mato Grosso do Sul.
 
Denis Terezani, Supervisor da Canoagem Slalom considerou que: “O evento foi um sucesso, a parceria entre CBCa e ASTECA foi extremamente válida. Em razão das limitações impostas pela COVID-19, todas as normas preventivas foram adotadas, tornando-se extremamente seguro para os competidores e organizadores. A realização conjunta das provas de Canoagem Descida e Slalom mostrou ser esse o caminho a ser trilhado em 2021:  por agregar mais competidores, utilizar a mesma estrutura, e assim, reduzir significativamente os investimentos, sem perder a qualidade.”  
 
Ficha Técnica
Organização – Associação Três Coroense de Canoagem (ASTECA)
Supervisão – CBCa
Apuração de resultados – Guilherme Brito (Slalom) Leonardo Bueno (Descida)
Chefe de Arbitragem – André Behs (Slalom) Leonardo Bueno (Descida)












Confederação Brasileira de Canoagem

Rua Monsenhor Celso, 231 - 6º andar - Centro - Curitiba - PR - CEP 80010-150
Telefone 41 3083 2600 - Fax 41 3083 2699
Apycom jQuery Menus