Notícia
09/05/2018 02:05
Rio Tibagi recebe atletas de todo o país para competição de Canoagem Descida
Contando com mais de 60 atletas este foi um dos maiores eventos da modalidade já realizados no país

Foto destaque: Prefeitura de Tibagi


Neste final de semana a cidade de Tibagi – PR recebeu o Open Internacional Tibagi 2018 e o Campeonato Brasileiro de Canoagem Descida. A competição foi uma das maiores da modalidade realizada no Brasil e contou com atletas de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.
 
As competições foram realizadas no Parque Linear e tiveram a ajuda do Rio Tibagi, que esteve caudaloso e apresentou as condições ideais para a prática da modalidade durante todo o final de semana. Ao todo 63 atletas de 12 categorias participaram de um dos maiores eventos da modalidade já realizado no Brasil e brigaram pelo lugar mais alto do pódio nas provas de Descida Clássica, Descida Sprint, Duck, Descenso Caiaque Extremo e Sprint Kayak Extremo.
 
A junção do Caiaque Extremo e Canoagem Descida no mesmo evento “proporcionou que atletas conhecessem a largada de rampa içada acima do leito do rio, algo novo para os atletas que costumam participar de eventos oficiais da Federação Internacional de Caiaque – FIC. Da mesma forma, atletas do Caiaque extremo puderam ter contato com o K1 oficial de descida, promovendo um intercâmbio entre as modalidades”. Explica Marcos Zanghelini, atleta de Canoagem Descida e Supervisor da modalidade junto à CBCa.
 
Resultados
A competição teve início com as duas descidas do Sprint, nas quais o melhor resultado das duas seria contabilizado. A pontuação conquistada na prova Sprint, somada à pontuação da prova de Descida Clássica, que seria realizada em seguida, definiria os vencedores gerais do evento.
 
Na categoria Sênior Rafael Girotto foi o campeão com 190 pontos, Daniel Cavalcanti Hayashi vem logo atrás com 180 pontos somados e Thiago Diniz finalizou o pódio da categoria com 165 pontos. Na categoria Master o vencedor foi Wilson Volz, com 165 pontos, Adilson Pommerening ficou com a prata (70 pontos) e Marcos Zangheline foi o terceiro colocado da categoria, com os mesmos 70 pontos de Adilson, mas perdendo no desempate. A categoria Turismo teve Marlon Silva como campeão geral, ao atingir 120 pontos, Anderson José Moura (90 pontos) foi o segundo colocado e Julio Cezar Hendrix Soares ficou com a terceira colocação. Nas disputas da categoria Junior Vitor da Silva Ferreira foi o campeão com 95 pontos, seguido por Rafael Fernando Oliari, com 40 pontos e Pedro Henrique Moura Avila que conquistou os mesmos 40 pontos, mas ficou atrás no desempate. Lais Messias da Silva foi a vencedora da categoria Feminina, Barbara Marinho Azevedo ficou em segundo lugar e Gabrieli Trindade conquistou o último lugar do pódio.
 
 
Nas provas de Caiaque Extremo o resultado final foi a soma dos resultados das provas de Sprint, Descenso e Boater Cross. Na categoria Open Caio Moreno foi o vencedor com 270 pontos, André Luiz de Paula conquistou a prata com 265 pontos e Marcelo Marcondes Galizio completou o pódio com 255 pontos. Na disputa da categoria Junior, Vitor da Silva Ferreira garantiu o ouro ao vencer as três provas, seguido de Rafael Fernando Oliari, que conquistou 270 pontos, 30 a menos que Vitor. Lucas Teofilo Mendonça conquistou 300 pontos e garantiu o ouro na categoria Iniciante, Guilherme Padilha Garcia ficou com a prata ao terminar as três provas com 270 pontos. Pelo Feminino Gabrieli Trindade dominou e garantiu o ouro com 300 pontos, seguida por Francislei Fagundes, que conquistou 270 pontos. Na categoria Master Marcos Zangheline foi o vencedor com um total de 290 pontos, Fernando Moreschi do Amaral garantiu a prata com 265 pontos, e Adilson Pommerening completou o pódio com 255 pontos.
 
Na categoria Duck Misto, a dupla Francislei Fagundes e Wilson Volz sagrou-se campeã da etapa. Já na categoria Duck Duplo Masculino, Adilson Pommerening e Marcos Zanghelini foram os campeões.
 
Para ver os resultados completos clique aqui.
 
Os organizadores do evento se mostraram satisfeitos com a competição “O Rio Tibagi mostrou ser um excelente rio para a prática da Canoagem Descida e do Caiaque Extremo. As corredeiras exigiram a habilidade e técnica para uma boa descida”. Zanghelini também enfatiza a importância do nível técnico da competição para a seleção brasileira da modalidade. “Os atletas selecionados para representar o Brasil no Mundial de Canoagem Descida em Muota, na Suíça, puderam medir suas forças e treinar em um rio caudaloso e propício para a modalidade. Nesse evento eles tiveram performances que provaram que eles podem representar bem o Brasil na competição que ocorrerá entre os dias 31/05 e 02/06”.
 
O Open Internacional Tibagi 2018 e o Campeonato Brasileiro de Canoagem Descida foram organizados pelo Comitê de Canoagem Descida da Confederação Brasileira de Canoagem e Aplauda Brasil Prestação de Serviços LTDA, com supervisão da Confederação Brasileira de Canoagem e apoio da Prefeitura Municipal de Tibagi.

Governo do ParanáSaneparJMaluceliBolsa AtletaComitê Olímpico Brasileiro Comitê Paralímpico Brasileiro International Canoe Federation Internation Rafting Federation Pan American Canoe Federation Confederacion Suramericana de Canotaje Banco Nacional do Desenvolvimento Lei de Incentivo ao Esporte GE Itaipu Binacional Governo Federal
Confederação Brasileira de Canoagem

Rua Monsenhor Celso, 231 - 6º andar - Centro - Curitiba - PR - CEP 80010-150
Telefone 41 3083 2600 - Fax 41 3083 2699
Apycom jQuery Menus BNDES Facebook Flickr Youtube Google +