Notícia
12/03/2018 02:03
Meninos do Lago amplia e passará a atender 600 crianças em Foz do Iguaçu
Projeto Social modelo da Canoagem Brasileira estende seu vínculo com a Itaipu Binacional

Um dos projetos de maior destaque na Canoagem Brasileira, Meninos do Lago, amplia  o atendimento de 100 para 600 crianças com canoagem por meio da parceria com a Itaipu Binacional, empresa que apoia a Canoagem Brasileira há mais de dez anos e é uma das principais incentivadoras no esporte na região oeste do Paraná.
 
O Projeto Social Meninos do Lago é executado pela Federação Paranaense de Canoagem (FEPACAN) e mantido e localizado nas dependências da Itaipu Binacional, em Foz do Iguaçu (PR). O anúncio da extensão da parceria foi feito neste sábado (10), no Parque da Piracema, na usina, em Foz do Iguaçu, durante a visita de uma comitiva liderada pelo presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Paulo Wanderley Teixeira, pelo Secretário de Alto Rendimento do Ministério do Esporte, Rogério Sampaio, judoca medalhista de ouro na Olimpíada de Barcelona, em 1992; e pelo presidente da Confederação Brasileira de Canoagem, João Tomasini Schwertner. 
 
O projeto modelo de base para a Canoagem Brasileira é desenvolvido desde 2009 em Foz do Iguaçu e hoje é considerada a melhor escola na prática da Canoagem Slalom no Brasil. A exemplo o atleta olímpico Felipe Borges, oriundo do Meninos do Lago, assim como vários atletas que já participaram de competições internacionais e começaram suas primeiras remadas no Canal Itaipu. 
 
A ajuda financeira da empresa – por intermédio do Programa de Proteção à Criança e ao Adolescente (PPCA) – será ampliada em alguns projetos já em andamento e também aplicada em modalidades ainda não contempladas. Isso será possível graças às novas parcerias em curso e ao maior aporte de recursos destinado pela Itaipu ao esporte.
 
Nos últimos cinco anos, a empresa investiu aproximadamente R$ 9 milhões nos projetos Meninos do Lago (canoagem), Velejar é Preciso (vela) e Jovens Atletas (atletismo). O subsídio financeiro para os próximos cinco anos será de R$ 26 milhões. A maior parte do dinheiro será destinada ao custeio de professores, viagens, participações em campeonatos e na melhoria da infraestrutura para o treinamento. 
 
Em viagem oficial aos Estados Unidos, o diretor-geral brasileiro da Itaipu, Luiz Fernando Leone Vianna, foi representado na visita das autoridades do esporte pelo seu assistente Alexandre Teixeira – responsável pelo anúncio. 
 
Ao aprofundar o apoio à prática esportiva na região, a Itaipu, segundo Teixeira, pretende cada vez mais fazer da atividade uma ferramenta para promover a saúde, educação e socialização. “Hoje é um dia importante para o esporte e para a Itaipu, que mostra o seu comprometimento com uma prática que produz o bem-estar e ajuda o jovem a sair do descaminho e a ter um futuro melhor.”


 
A ação foi comemorada pelo presidente do COB. “O exemplo da Itaipu tem que ser seguido por mais empresas”, disse. “O esporte dá um bom retorno institucional e algumas organizações precisam saber disso. Algumas até querem ajudar, mas não sabem como chegar lá. As parcerias são um caminho”, ressaltou Paulo Teixeira.
 
Parceiros 
A maioria dos novos projetos ainda está sendo formatada, mas os recursos já estão garantidos pela Itaipu. A execução não cabe à empresa, que busca parceiros que já tenham trabalho desenvolvido e tenta ajudar conforme a necessidade, buscando potencializar os resultados. “Muitas vezes essas crianças treinam e, quando chega na hora de competir, não têm como pagar uma passagem de ônibus para viajar”, disse o gerente da Divisão de Iniciativas de Responsabilidade Social da Itaipu, Márcio Bortolini. "Isso desmotiva, então queremos garantir que elas tenham toda a condição para treinar, disputar e melhorar.”
 
A Prefeitura de Foz do Iguaçu é a principal parceira da empresa nessas ações. Todos os projetos contam também com o apoio do município, via Secretaria Municipal de Esportes. “Uma das premissas que temos é que o apoio da Itaipu não substitua o da Prefeitura, mas sim o complemente”, explicou Bortolini. Para ilustrar, citou como exemplo a cessão de uso do Ginásio Costa Cavalcanti, de propriedade da Prefeitura, para os treinos dos adolescentes do Projeto Jovens Atletas. 
 
Entre as demais entidades parceiras estão, na canoagem, a Federação Paranaense de Canoagem e o Instituto Meninos do Lago (IMEL); no judô, o Conselho Comunitário da Vila C e a Judofoz; no Badminton, a Associação de Badminton de Foz do Iguaçu; no atletismo, o Instituto de Atletismo; na vela, o Iate Clube Lago de Itaipu; no futebol, o Sindicato dos Eletricitários de Foz do Iguaçu; e no xadrez, a Associação de Enxadristas de Foz do Iguaçu. 
 
Mais que medalhas 
Aos 50 anos, o ex-judoca Rogério Sampaio traz na bagagem a experiência de quem já subiu todos os degraus possíveis na vida de um atleta. Do início tímido e incerto, passando pelos treinamentos intensos e cansativos, derrotas pedagógicas e chegando à tão almejada glória do ouro olímpico foi um caminho difícil, porém, recompensador. 
 
Foi com este traquejo que, enquanto via a garotada da Associação Esportiva Judofoz rolar no tatame improvisado no Parque da Piracema, na manhã deste sábado, Sampaio – a figura mais tietada do local – não titubeou ao sentenciar: “Esporte é muito mais do que simplesmente medalhas e títulos”. Ele sabe que a maioria dos jovens participantes de projetos sociais e esportivos não vai chegar ao alto rendimento, mas isso, garante, é o de menos.

 
“É por isso que o apoio de empresas como a Itaipu é fundamental, pois o que está se fazendo aqui é tentar formar pessoas melhores, que no futuro terão a capacidade de transformar a sociedade, tornando-a mais justa, ética e correta. Se alguém daqui chegar à Olimpíada, ótimo, mas se não chegar também não há o que lamentar.”
 
Apresentações e rafting
Também estiveram na Itaipu o presidente da Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa), João Tomasini; o diretor do Departamento de Base de Alto Rendimento do Ministério do Esporte, Raimundo da Costa Neto; e presidentes de federações e entidades ligadas ao esporte. Todos assistiram às apresentações de jovens canoístas e judocas e, finalizando a visita, desceram de rafting o Canal Itaipu – onde acontecem os treinos de canoagem slalom do Projeto Meninos do Lago. 

Governo do ParanáSaneparJMaluceliBolsa AtletaComitê Olímpico Brasileiro Comitê Paralímpico Brasileiro International Canoe Federation Internation Rafting Federation Pan American Canoe Federation Confederacion Suramericana de Canotaje Banco Nacional do Desenvolvimento Lei de Incentivo ao Esporte GE Itaipu Binacional Governo Federal
Confederação Brasileira de Canoagem

Rua Monsenhor Celso, 231 - 6º andar - Centro - Curitiba - PR - CEP 80010-150
Telefone 41 3083 2600 - Fax 41 3083 2699
Apycom jQuery Menus BNDES Facebook Flickr Youtube Google +