Notícia
22/09/2017 14:30
Legado olímpico é reaberto depois de nove meses
CBCa assume a cogerência do espaço ao lado da Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro

Fotos: Alexandre Vidal | SIBEL


Depois de nove meses de espera, finalmente o maior legado olímpico da Canoagem Brasileira voltou a funcionar. Na última quinta-feira (21 de setembro), foi realizada uma cerimônia de reabertura do Parque Radical de Deodoro, no Rio de Janeiro. O Parque que estava fechado desde o dia 7 de dezembro de 2016 será utilizado por atletas de alto rendimento de quarta à sábado e será aberto ao público aos domingos. A cerimônia teve a participação de cerca de 500 crianças, estudantes de escolas municipais.
 
Com uma área de 500 mil m² o Parque Radical de Deodoro é, atualmente, gerido pela Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro, mas em novembro a Confederação Brasileira de Canoagem assumirá a cogerência do Parque. A limpeza, segurança, manutenção e custo mensal de Deodoro será de responsabilidade de PMRJ enquanto à CBCa cabe a gestão esportiva do legado olímpico.
 
Marcelo Crivella, prefeito do Rio de Janeiro, participou do evento e se mostrou animado com o potencial do espaço. “Aqui no Parque Radical nós estamos começando um novo ciclo da Prefeitura. Vamos começar abrindo aos domingos, depois ampliando aos sábados até chegarmos aos dias da semana. O custo é grande, mas o benefício é enorme”. Por enquanto o único espaço disponível para o público é a piscina, que ficará aberta todos os domingos das 9h às 16h, e com a chegada do verão o público poderá utilizar a piscina em outros dias.  As outras instalações, como a pista de BMX e de Canoagem Slalom, serão utilizadas no treinamento de atletas de alto rendimento durante a semana.
 
 
Além da piscina, que pela estimativa atrairá 6.000 pessoas por dia, o Parque contará com escolinhas de Canoagem (Canoagem Slalom, Caiaque Polo e Rafting), natação e BMX, que terá gestão da Confederação Brasileira de Ciclismo, com uma estimativa de que com as escolinhas atraiam mais de 1.000 crianças na primeira fase. Na segunda fase, que contará com escolinhas de BMX Freestyle, Skate Park, Freestyle Skate e Escalada, que terá a participação de 4.000 crianças por mês.
 
João Tomasini Schwertner, presidente da CBCa participou da cerimônia e explicou a importância do legado tanto no esporte de alto rendimento quanto para a população do Rio de Janeiro. “Nós esperávamos por isso e eu sempre defendi essa ideia de um parque público com uma escola completa de Canoagem, usando o modelo de Foz do Iguaçu, que é o nosso exemplo da Canoagem Slalom. A reabertura do Parque vai dar a possibilidade de nossa equipe treinar mantendo os dois canais, Itaipu e Rio de Janeiro”.
 
 
O espaço não será apenas utilizado para treinamentos, a moderna estrutura será utilizada em diversas competições internacionais de Canoagem Slalom nos próximos anos. No final de março de 2018 o Canal de Deodoro será o palco do Rio Open de Canoagem Slalom e no segundo semestre sediará o Campeonato Mundial Sênior de Canoagem Slalom. Em maio de 2019 será o palco do Campeonato Mundial Sub-23 e eliminatória olímpica continental da modalidade para 2020.

Governo do ParanáSaneparJMaluceliBolsa AtletaComitê Olímpico Brasileiro Comitê Paralímpico Brasileiro International Canoe Federation Internation Rafting Federation Pan American Canoe Federation Confederacion Suramericana de Canotaje Banco Nacional do Desenvolvimento Lei de Incentivo ao Esporte GE Itaipu Binacional Governo Federal
Confederação Brasileira de Canoagem

Rua Monsenhor Celso, 231 - 6º andar - Centro - Curitiba - PR - CEP 80010-150
Telefone 41 3083 2600 - Fax 41 3083 2699
Apycom jQuery Menus BNDES Facebook Flickr Youtube Google +