Notícia
06/04/2022 06:04
Gemêas inspiradas no Cowboy estão brilhando na Ilha Comprida
Inspiradas no ídolo Cowboy, as gêmeas Sumaya e Samiyah, de 6 anos, brilham na Escola Municipal de Canoagem da Ilha Comprida

Prefeitura Ilha Comprida


O campeão mundial de Paracanoagem, Fernando Cowboy, não sabia, mas seu último treino rumo às Olimpíadas de Tóquio, no final do ano passado, no Polo Nacional de Paracanoagem, da Ilha, contou com os olhos atentos das gêmeas Sumaya Suni e Samiyah kyrae, 6 anos. Em Tóquio, Cowboy fez história ao conquistar o ouro paralímpico. Na Ilha, as pequenas Sumaya e Samyah começaram a treinar na Escola Municipal de Paracanoagem, na Lagoa do Adriana, e a escrever as suas próprias histórias.
 
O professor das meninas Thiago Pupo, também treinador da seleção brasileira de Paracanoagem, explica que as meninas têm talento, são esforçadas e potencial - como todos os seus alunos - mas nessa faixa etária, as aulas contam com técnicas básicas, integração e a cooperação das crianças em festivais internos. Mais tarde é que o foco passa a ser competição. Thiago observa que a Paracanoagem Infantil é modalidade recente no país e a Ilha Comprida tem todo o potencial para se destacar, assim como na Paracanoagem adulta.
 
Incentivadores e- claro- fãs número um das gêmeas, o pai Isaque Isaque Hananiy e a mãe klissi Xavier, inclusive, se matricularam na Escola de Canoagem para acompanhar a trajetória das meninas. Isaque conta que, até assistirem ao treino do campeão, as meninas nunca haviam remado. “Elas assistiram, gostaram, e o resultado é que estamos aqui na Lagoa, das 8 às 10 horas, nas aulas, todos os dias”, comemora.
 
Sumaya conta com deficiência no braço esquerdo em razão de um acidente, em 2018, o que não a impede de remar com perfeição: “Sumaya é a primeira aluna da Ilha com deficiência do membro superior. Ela tem persistência e força e, como fãs e pais, estamos na expectativa de integrar nossas atletas no quadro nacional. Se isso não acontecer, o que importa é que elas estão felizes com a atividade, gastam energia e se integram”. Isaque destaca que o Polo de Paracanoagem não inspirou somente as meninas: “Eu não tinha a visão que tenho hoje. Se você tem um filho, ou um parente com deficiência, você não vê somente os obstáculos, você vê as conquistas”.
 
Durante os treinamentos diários, Sumaya e Samiyha não escondem a admiração pelo Cowboy. “Quero ficar forte como o Cowboy”, afirma Samiya. Apesar de confessar que gostar mais de nadar, Sumaya afirma que um dia quer ser campeã, como o Cowboy. Ao chegar de Tóquio, a Ilha recebeu Cowboy, Geovane e Thiago com desfile em carro aberto do Corpo de Bombeiros e quem estava na Rodoviária esperando os ídolos? Sumaya e Samiyah.
 
Para Isaque, é um privilégio a Ilha contar com o Polo Nacional de Paracanoagem, com a Escola Municipal de Canoagem e ainda contar com Thiago Pupo, técnico da seleção brasileira de Paracanoagem.









Confederação Brasileira de Canoagem

Rua Monsenhor Celso, 231 - 6º andar - Centro - Curitiba - PR - CEP 80010-150
Telefone 41 3083 2600 - Fax 41 3083 2699
Apycom jQuery Menus