Notícia
27/11/2014 09:45
Curitiba ganha Centro de Desenvolvimento esportivo único no Brasil
Estrutura completa para treinamento da equipe de Canoagem permite monitoramento dos atletas em tempo real e coleta de dados

Os atletas da Canoagem Velocidade dispõem, em Curitiba (PR), de um local inédito de análise científica e técnica, monitoramento e auxílio à prática esportiva: o Centro de Desenvolvimento da Canoagem (CDC). Segundo o Diretor do Centro de Desenvolvimento, Professor Doutor Heros Ferreira, o local é único no país, pois concentra tudo o que o atleta precisa para melhorar a sua performance em um só lugar.
 
O local de treinamento dos canoístas, a partir de janeiro de 2015, será o Parque Náutico do Iguaçu. As equipes de Caiaque masculino e feminino, Canoa feminina e Canoa masculina Junior e Sub-23 chegam de São Paulo, seu antigo local de residência e treinamento, e passam a residir na capital gradualmente, de novembro deste ano até janeiro do ano que vem. 
 
O CDC, segundo Ferreira, oferecerá aos atletas algo que é único nas modalidades esportivas brasileiras: todos os testes, treinamento funcional e físico, estrutura com médicos, fisioterapeutas e academia são concentrados em um só lugar. “Aqui nós temos dois médicos especialistas e com experiência internacional, dois fisioterapeutas e um massoterapeuta, um nutricionista e um psicólogo. Vamos atender aqui os 33 atletas com uma estrutura completa de academia com aparelhos para os treinos necessários, testes de reabilitação e coleta de sangue. Como ficamos perto do Paraná Clube, buscamos parceria para os treinamentos de natação também”, ressalta.
 
Descobertas científicas
O diretor também explica que a equipe que recebe os atletas em Curitiba está capacitada para fazer todo o monitoramento do canoísta na parte científica pois, para ele, a ciência é tão importante quanto a técnica. “Uma das pesquisas que desenvolvemos aqui é um projeto voltado para a biomecânica, inédito no Brasil. É um equipamento em protótipo, que será colocado no barco durante o treinamento e na hora das provas, mostrando os dados do desempenho do atleta em tempo real: força, velocidade, potência, aceleração, remada por minuto, frequência cardíaca, dentre outros”. O projeto será testado possivelmente no Campeonato Sul-Americano em abril do ano que vem, que será realizado no Equador.
 
Além disso, estão sendo desenvolvidas outras pesquisas em Curitiba  para o desenvolvimento da Canoagem e do esporte em geral. O diretor explica que há um estudo voltado para a suplementação visando à melhora imunológica. “Esta pesquisa, especificamente, não visa somente a evolução dos atletas, mas também é desenvolvido em parceria com a Santa Casa de Misericórdia em São Paulo, para produzir resultados positivos em pessoas com deficiências proteicas, pois um dos benefícios é a diminuição da atrofia muscular”, explica. Outro estudo desenvolvido diz respeito do polimorfismo, através do sequenciamento de genes. Ferreira explica que o objetivo do estudo é saber quais genes, no código genético, representam características de força, agilidade e predisposição para se tornar um atleta de alto rendimento. “Nesta pesquisa saímos na frente de muitas das modalidades esportivas brasileiras. Algumas modalidades já mapearam de três a quatro genes, nós já coletamos o material dos atletas e, em dois meses, teremos aproximadamente os 500 genes identificados de canoístas mapeados”, comemora.
 
Todas as pesquisas e estudos são feitos em parceria com a Universidade Federal do Paraná (UFPR), a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e têm o apoio e patrocínio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Academia Brasileira de Canoagem (ABraCan), Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa) e Ministério do Esporte (ME).
 
Segundo o professor, a canoagem só tende a crescer. "Em breve também lançaremos o projeto piloto do primeiro programa de detecção e promoção de talentos esportivos de canoagem. O programa atenderá, exclusivamente, atletas curitibanos de forma científica, visando os Jogos Olímpicos (JOs) de 2020 e 2024". Ainda de acordo com Heros Ferreira, a planificação das ações a longo prazo, como a detecção de talentos curitibanos para os JOs, é um dos pilares da filosofia de trabalho implantada no Centro de Desenvolvimento, tendo como foco a busca constante do desenvolvimento do atleta.
 
A Canoagem Brasileira vem ganhando destaque em níveis nacional e internacional por meio do trabalho incessante em transformar o esporte no país e tornar o Brasil uma das grandes potências da Canoagem Velocidade Mundial. Para que isso aconteça, a Canoagem caminha no quadriênio olímpico mais importante da história desportiva brasileira com apoio significativo do Ministério do Esporte, Comitê Olímpico do Brasil, Comitê Paralímpico Brasileiro e, principalmente, do BNDES, que é o patrocinador oficial da Canoagem Brasileira.

Governo do ParanáSaneparJMaluceliBolsa AtletaComitê Olímpico Brasileiro Comitê Paralímpico Brasileiro International Canoe Federation Internation Rafting Federation Pan American Canoe Federation Confederacion Suramericana de Canotaje Banco Nacional do Desenvolvimento Lei de Incentivo ao Esporte GE Itaipu Binacional Governo Federal
Confederação Brasileira de Canoagem

Rua Monsenhor Celso, 231 - 6º andar - Centro - Curitiba - PR - CEP 80010-150
Telefone 41 3083 2600 - Fax 41 3083 2699
Apycom jQuery Menus BNDES Facebook Flickr Youtube Google +