Notícia
02/12/2021 05:12
COB realiza Workshop de Capacitação Comercial para Confederações Olímpicas e Pan-americanas
Encontro forneceu informações para a captação de novas fontes de recursos. Após o workshop, será oferecido a cada confederação um acompanhamento individualizado com agência de marketing especializada (Foto: Márcio Mercante)

Fonte: COB


O Comitê Olímpico do Brasil (COB) reuniu entre terça e quarta-feira, dias 30/11 e 01/12, no Rio de Janeiro, as Confederações Brasileiras Olímpicas e Pan-americanas para o Workshop de Capacitação Comercial para o Sistema Olímpico. A iniciativa teve o objetivo de oferecer suporte e metodologia comercial para as entidades esportivas, auxiliando na qualificação para a captação de novas fontes de recursos para o desenvolvimento de suas modalidades.
 
“É um prazer muito grande para o COB oferecer essa oportunidade às confederações. Esse é um anseio antigo das entidades dirigentes. O COB entende a necessidade das instituições esportivas buscarem parcerias comerciais como forma de receita e fortalecimento da marca e, desta forma, oferecemos às Confederações esta grande oportunidade de imersão no tema”, afirmou o presidente do COB, Paulo Wanderley. “Trata-se de um compromisso assumido por mim para esse novo ciclo e que tenho a satisfação de poder cumprir logo no primeiro ano”, completou.
 
O evento teve ainda as participações do diretor-geral do COB, Rogério Sampaio, e da diretora de Comunicação e Marketing, Manoela Penna, que apresentou o trabalho e os resultados alcançados pela área comercial e de marketing da entidade. 
 
“Essa é uma grande aula prática e a gente espera que, ao fim deste encontro, todos saiam com a visão renovada das suas possibilidades e de como cada esporte pode ser um bom produto. Cada modalidade tem seu valor e o desafio é saber embalar isso para o mercado. Estamos passando por um momento muito positivo. Com a performance fantástica do Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio, temos uma oportunidade muito fértil e propensa para irmos ao mercado. Vamos nos fortalecer juntos”, destacou Manoela Penna, na abertura do encontro. “O grande fator de sucesso do COB foi de atrelar a imagem do esporte ao mercado. Quanto mais valiosa a sua imagem, mais próxima do público você está e mais valor você tem para as marcas dos patrocinadores”, completou a diretora de Comunicação e Marketing do COB. 
 
Como parte do Workshop, o ex-diretor de marketing do Corinthians, Gustavo Herbetta, trouxe uma série de reflexões sobre o cenário atual do mercado, levantamento de oportunidades e mapeamento comercial, elaboração de grade de direitos customizada, entre outros.
 
“A ideia aqui era inspirar e mostrar o que o mercado busca quando olha a entidade esportiva, além de apresentar uma forma de entrega profissional”, explicou Herbetta.
 
Além da parte teórica, as confederações receberam orientações práticas para construírem seus planos comerciais. Após a sua elaboração, o COB oferecerá a cada confederação um acompanhamento individual dos planos com o apoio de agência de marketing especializada.
 
“Para gente está sendo uma oportunidade excepcional, pois abre a nossa mente. É uma ação inédita do COB, eu nunca vi nada parecido. O encontro foi muito produtivo e vai continuar sendo, pois temos muito trabalho pela frente. Nós, das confederações, às vezes ficamos presos em nossos mundos e o COB, com toda sua expertise, vai compartilhando seu conhecimento. É uma luz no fim do túnel para esportes que não tem tanta visibilidade como outros”, elogiou Flávio Cabral, presidente da Confederação Brasileira de Wrestling.
 
“O esporte sempre foi uma plataforma de agregar valor, mas a forma de fazer isso está mudando cada vez mais com a chegada do digital e as novas tecnologias. É um serviço que o COB está trazendo para as confederações, visto a evolução que o COB teve nesta área. O COB se transformou e está liderando o mercado. A qualidade do workshop agrega demais às confederações que estão aqui”, avaliou Pedro Cavazzonni, CEO da Confederação Brasileira de Desportos na Neve. 
 
“Uma iniciativa sensacional. Entendo que o lado business é absolutamente necessário ao desenvolvimento do esporte. As confederações precisam disso, precisam compartilhar essas ferramentas. Acho extremamente importante. Um gol de placa do COB”, afirmou o presidente da Confederação Brasileira de Atletismo, Wlamir Motta Campos. “A CBAt está muito em sintonia com o COB quando falamos em contar histórias, em conexão, em construir pontes, vejo que já desenvolvemos um bom trabalho nesse sentido. Mesmo assim, estamos aprendendo bastante com essa oportunidade”, completou o Presidente durante o segundo dia de workshop.
 
Quem também tirou proveito do workshop foi a nova modalidade do programa olímpico, a dança breaking. “Para mim foi muito importante porque estamos começando uma coisa nova, entrando em uma estrutura que sempre vimos de fora, mas agora estamos dentro. Então, poder participar de uma capacitação desta faz muita diferença. A qualidade dos conteúdos que o COB vem nos oferecendo está facilitando muito nossa entrada no mundo olímpico. Todos estão sendo super solícitos, dispostos a ajudar. Isso está sendo essencial”, afirmou Patric Tebaldi, presidente do Conselho Nacional de Dança Desportiva.
 
O evento também contou com a presença das confederações de esportes pan-americanos.
 
“Vejo essa iniciativa de forma muito positiva. O workshop foi muito bom, o programa todo muito interessante. Os exemplos que dados e o contato com as pessoas que vivenciaram todas essas situações podem abrir a nossa mente para futuras ideias e, principalmente, que nos mostre o caminho a ser seguido. É uma mudança tremenda que a gente vem sentindo na atual administração do COB. Temos sido abraçados pela entidade. É muito importante que o COB nos reconheça dessa maneira”, destacou Moacyr Neuenschwander, presidente da Confederação Brasileira de Hóquei e Patinação, que também exaltou a inclusão de sua entidade no Programa Gestão, Ética e Transparência do COB.
 
Estavam presentes no evento o Presidente da Confederação Brasileira de Canoagem, Rafael Girotto, e Fernando Hanzo que está assumindo a área de marketing da entidade.
 
Para Rafael Girotto, o workshop serviu para dar uma outra visão para as confederações. “A experiência no workshop foi muito boa. Gostaria de parabenizar o Comitê Olímpico de capacitar as confederações, justamente para a ajuda de conquistar patrocinadores e fazer do seu produto algo vendável. Aprendemos sobre isso, em como o mercado gosta de receber as propostas, em como ele tem olhado para os patrocínios esportivos. O workshop ajudou muito para que as confederações se atualizassem, além de mostrar o lado da empresa, não só o lado da confederação”, comenta. 
 
Fernando, que está realizado com o workshop, fala sobre a sua importância, “foi mostrado estratégias que consigamos diferenciar, organizar e sair para o mercado com uma proposta que consigamos captar novas empresas de forma de saudável e sustentável. Temos que construir bases fortes para curto, médio e longo prazo, com base também no nosso dia a dia. Foi um aprendizado”.









Confederação Brasileira de Canoagem

Rua Monsenhor Celso, 231 - 6º andar - Centro - Curitiba - PR - CEP 80010-150
Telefone 41 3083 2600 - Fax 41 3083 2699
Apycom jQuery Menus