Notícia
20/07/2020 04:07
Canoagem Velocidade criará três Equipes Estaduais Permanentes de base
Serão três diferentes estruturas de treinamentos da modalidade em diferentes estados, os clubes interessadas deverão enviar sua proposta para a Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa)

Pensando no próximo ciclo olímpico, a Confederação Brasileira de Canoagem está dando continuidade ao Programa Canoagem Brasileira 2024 que está incentivando o desenvolvimento da modalidade Canoagem Velocidade, para isso está lançando o edital para a criação de 03 (três) Equipes Estaduais Permanentes – EEP, elas serão o suporte para proporcionar o desenvolvimento contínuo de jovens atletas, pertencentes a da base da Canoagem.
 
Para operacionalizar esta ação, serão selecionados 03 diferentes locais e estruturas de treinamentos de Canoagem Velocidade, de acordo com os critérios abaixo detalhados, em 03 (três) diferentes estados, selecionados mediante o resultado do Campeonato Brasileiro de Canoagem Velocidade 2020, sendo que os 03 (três) estados que obtiverem a maior pontuação, serão as sedes da EEP 2020- 2021.
 
As entidades deverão ter alguns critérios para hospedar um dos Núcleos de Treinamento, elas oferecer no período de um ano no mínimo, hospedagem para 06 atletas e um treinador, alimentação, um local para armazenagem de embarcações e também uma academia de musculação.
 
 
Em contrapartida a Confederação Brasileira de Canoagem fará o pagamento do treinador para o núcleo de treinamento que inclui o planejamento e orientação técnica dos treinamentos dentro e fora da água, também será disponibilizado um barco a motor, seguro de vida aos atletas e bolsa auxílio.
 
“A implantação das 3 Equipes Estaduais Permanentes – EEP, será um diferencial qualitativo as atuais Equipes Nacionais Permanentes – ENP, pois além de que mais jovens tenham acesso aos treinamentos de qualidade, poderemos atender mais regionalmente atletas da categoria de base, sem que estes se distanciem demasiadamente de suas casas e de seus hábitos e culturas. Além disso, também utilizaremos a mesma metodologia de treinamentos que as ENP, e assim, os/as atletas e treinadores que evoluírem para as ENP, estarão mais familiarizados com a forma de trabalho de nossos técnicos nacionais. Lembro que este projeto somente nos trará resultados significativos, se for mantido no mínimo por 04 anos”, fala Alvaro Koslovwski, supervisor da Canoagem Velocidade.
 
Para Lauro de Souza Junior, treinador da canoa masculina do Brasil, essas novas equipes estaduais ajudarão no fomento das equipes para os próximos ciclos olímpicos. “Teremos um ganho enorme, pois vamos conseguir aumentar o número de atletas treinando em um sistema de trabalho semelhante ao das seleções, consequentemente o nível desses atletas irá crescer bastante. É um novo planejamento para o ciclo 2020-2024, está sendo criado um sistema de trabalho para todos esses núcleos e isso é fundamental pois quando esses atletas chegarem no futuro nas seleções principais estarão bem mais preparados e habituados aos programas de treino aplicados na seleção”, explica Lauro.
 
Atualmente a Canoagem Velocidade já conta com quatro bases de Equipes Nacionais Permanentes, em Lagoa Santa e Capitólio em Minas Gerais são trabalhados com atletas da canoa masculina e canoa feminina respectivamente. Em Atibaia no Estado de São Paulo com o caiaque masculino e em Cascavel no Paraná o caiaque feminino, com a entrada das novas bases, ao todo serão sete estruturas espalhadas pelo Brasil no desenvolvimento da modalidade.
 
“A Canoagem Velocidade está em um movimento crescente no Brasil. As Associações e os Clubes vêm fazendo um bom trabalho, colocando bastante crianças e jovens na água. Os resultados das ações que a CBCa já promoveu, como o comodato dos barcos para associações e clubes, são nossos indicadores que iniciativas de parceria funcionam muito bem. Agora, o objetivo deste programa das seleções estaduais é ampliar a qualidade dos treinamentos dos atletas que começam a se destacar nos estados. Desta forma, estamos buscando ganho de qualidade técnica para a Canoagem Velocidade”, explica Thiago Borges, treinador do caiaque masculino do Brasil.
 
As entidades que desejarem estabelecer parceria com a Confederação Brasileira de Canoagem - CBCa e hospedar um destes núcleos em sua sede/cidade, deverão enviar a documentação abaixo informada e assim manifestar o interesse através do envio de um oficio ao Presidente da CBCa, juntamente com a Declaração de Contrapartidas, que consta no Anexo 02 desta circular, devidamente assinados pelo responsável legal da entidade e com firma reconhecida em cartório por autenticidade, para a sede da Confederação na Rua Monsenhor Celso, 231 – 6º andar, centro de Curitiba, Paraná – CEP 80.010-922, uma observação importante, somente serão aceitos documentos físicos originais com firma reconhecida por autenticidade, e em hipótese alguma serão aceitos outros formatos de documentos. O prazo para envio das propostas inicia na publicação desta circular e encerra no dia 30 de Outubro de 2020.












Confederação Brasileira de Canoagem

Rua Monsenhor Celso, 231 - 6º andar - Centro - Curitiba - PR - CEP 80010-150
Telefone 41 3083 2600 - Fax 41 3083 2699
Apycom jQuery Menus