Notícia
11/03/2021 05:03
Canoagem Slalom divulga o resultado da Seletiva Nacional
A disputa aconteceu no fim de semana no Parque Radical de Deodoro, foram feitas as análises com base no rendimento dos atletas

FOTO: Fábio Canhete | Canoagem Brasileira


Saiu o resultado oficial da Seletiva Nacional de Canoagem Slalom, os nomes foram publicados na Circular CBCa 018/2021. A análise foi feita com o objetivo de selecionar os melhores atletas brasileiros da modalidade, serão oito canoístas que irão compor a nova Equipe Permanente que terá a base de treinos no Rio de Janeiro/RJ.
 
Ana Sátila e Omira Estácia Neta obtiveram os melhores índices no K1 (caiaque individual Feminino), Sátila foi a mais rápida na disputa, entre os três dias de disputa a sua melhor descida foi com o tempo de 94.59 segundos, já Estácia garantiu 105.82 segundos, as canoístas representam o Instituto Meninos do Lago (IMEL) de Foz do Iguaçu no Paraná. Na prova do C1 (Canoa Individual Feminina), a classificada também é Ana Sátila.
 
No K1 Masculino, Guilherme Rodrigues ganhou duas das três provas, o atleta iguaçuense do IMEL fez o seu percurso em 85.86 segundos e garantiu sua classificação em primeiro lugar, logo em seguida Mathieu Desnos (IMEL) e em terceiro Pedro Gonçalves da Associação Pirajuense de Esportes Náuticos (APEN) de Piraju/SP também formam o trio do K1 Sênior na Equipe Permanente. Murilo Sorgetz da Associação Trêscoroense de Canoagem (ASTECA) garantiu sua vaga pela vaga sub-23.
 
 
“Fiz um bom trabalho, tive um bom desempenho, eu queria garantir a vaga entre os três e consegui. Isso é muito bom pra mim, pela minha idade já estar classificado entre os atletas da elite é muito bom. Tudo isso faz parte do meu treinamento intenso e da minha dedicação”, comenta Guilherme Rodrigues.
 
 
Os atletas do C1 Masculino da Equipe Permanente serão Felipe Borges (IMEL) e Kauã da Silva (APEN), Borges fez o melhor tempo da canoa com 96.33 segundos. O Brasil ainda não conquistou a vaga olímpica para Tóquio na canoa. A última chance será na seletiva continental que está prevista para acontecer no Campeonato Pan-americano de Canoagem Slalom que será realizado no Rio de Janeiro entre os dias 29 de abril a 02 de maio. Mas a CBCa informa que diante da pandemia de COVID-19, está monitorando diariamente a situação e que alterações no planejamento do evento poderão alterar a forma de classificação continental.
 
 
A convocação para os eventos internacionais, assim como os períodos de treinamento dependem do controle da pandemia do COVID-19. O Comitê Técnico da Canoagem Slalom do Brasil vem monitorando as diretrizes e informativos da Federação Internacional de Canoagem (ICF) sobre as alterações, cancelamentos e adiamentos das competições do calendário internacional.
 
 
A participação nas competições internacionais (Campeonatos Sul-americano e Pan-americano, Copas do Mundo, Mundiais Júnior, Sub-23 e Sênior) está condicionada diretamente à capacidade de financiamento da equipe por parte da Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa). Mesmo que os critérios percentuais preestabelecidos sejam atingidos, mas não havendo recursos suficientes motivados pela variação cambial e/ou dificuldades de deslocamento devido às restrições impostas pela COVID-19, a CBCa poderá reduzir o número de atletas nos respectivos eventos internacionais.
 
Vagas para Tóquio 2020 no K1 Masculino e C1 e K1 Feminino foram definidas em 2020
Para os Jogos Olímpicos Tóquio 2020 que acontecerão em julho deste ano, a definição ocorreu no ano passado, o Brasil já conquistou duas cotas e tem os atletas selecionados: no K1 Masculino será Pedro Gonçalves e no C1 Feminino Ana Sátila, sendo que a atleta também disputará a prova do K1. (Sátila também garantiu a cota do K1 Feminino, mas pelas regras da Federação Internacional um atleta só pode ter uma cota, mas tem o direito de disputar outras categorias).
 
Treinamento Equipe Permanente no Rio
Os oito atletas convocados estão aptos a realizar treinamentos na cidade do Rio de Janeiro/RJ, de acordo com o orçamento através da Lei Agnelo Piva os canoístas terão direto a hospedagem, alimentação, translado do apartamento até o Parque Radical Olímpico de Deodoro e bolsa auxílio para pagamento de despesas pessoais, assim como a contratação obrigatória de plano de saúde por parte do atleta.
 
 
Aos atletas que não conseguiram o índice para compor a Equipe Permanente e queiram usar as instalações do Complexo de Deodoro para a realização dos seus treinamentos, estes deverão entrar em contato com os treinadores da Seleção Nacional (Cássio Petry e Ricardo Taques) para a reserva de horário, como também custear a hospedagem, transporte e alimentação.
 
A Seletiva Nacional de Canoagem Slalom contou com recursos da Lei Agnelo Piva através do projeto de recurso enviado ao Comitê Olímpico do Brasil, a seleção de atletas também contou com o apoio da Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro através da Secretaria Municipal de Esportes que mantém o Parque Radical de Deodoro, local que foi palco das provas da modalidade nos Jogos Olímpicos Rio 2016 e que hoje é um legado esportivo para o alto rendimento do Brasil.












Confederação Brasileira de Canoagem

Rua Monsenhor Celso, 231 - 6º andar - Centro - Curitiba - PR - CEP 80010-150
Telefone 41 3083 2600 - Fax 41 3083 2699
Apycom jQuery Menus