Notícia
01/12/2017 14:20
Canoagem Onda brasileira domina Sul-americano de Mar del Plata – ARG
De 12 medalhas de ouro em disputa o Brasil conquistou oito

No final de semana passado a equipe brasileira de Canoagem Onda invadiu as águas argentinas para participar do Campeonato Sul-americano da modalidade. A competição foi o último compromisso da Canoagem Onda em 2017 e foi a segunda edição da competição realizada fora do Brasil. Mesmo competindo em águas estrangeiras os brasileiros não se sentiram ameaçados e dominaram a competição pelo segundo ano seguido.
 
A competição aconteceu entre os dias 23 e 26 de novembro em Mar del Plata – Argentina, e contou com a participação de mais de 50 atletas do Chile, Peru, Brasil e Argentina. Foram realizadas disputas de Kayaksurf, Waveski e Sharkpaddle, nas categorias Iniciantes, Open, Senior, Master e Gran Master. O Brasil é a maior força da América do Sul da modalidade e em 2017 mostrou novamente porque merece esse posto, das 12 medalhas de ouro em disputa os brasileiros conquistaram oito medalhas de ouro, seis de prata e cinco de bronze.
 
No Kayaksurf o Brasil conquistou o lugar mais alto do pódio nas categorias Inciante, com Matheus Taffner e Senior com o atleta Igor Santana. Já no Waveski os brasileiros garantiram o ouro em todas as modalidades: Fernando Barbosa na categoria Iniciantes, Maurício Marcos de Souza na Open, se tornando bicampeão da prova, Taffarel De La Costa na Senior, Chrystian Borba pelo Master e Marcos Santos na categoria Gran Master. No Sharkpaddle, categoria criada no Brasil e disputada pelo segundo ano consecutivo no Sul-americano teve uma reedição do pódio de 2016. Os atletas peruanos, Guilhermo e Fernando Barreto conquistaram a 1ª  e 2ª colocação, respectivamente, e Alexandre Matteï do Brasil garantiu a última vaga do pódio.
 
Ao final da competição foi realizado a disputa do “Rei da Praia”, na qual os campeões de Kayaksurf, Waveski e Sharkpaddle na categoria Open competem entre si. Essa foi uma iniciativa criada no Campeonato Brasileiro de 2017 como uma forma de confraternização entre os atletas e foi adotada no Sul-americano. O vencedor do Waveski, o argentino Jorge Anchorena não pode participar da disputa, por isso o brasileiro Bruno Guazelli, medalha de prata no Kayak Surf Open assumiu a posição. Bruno competiu contra o peruano Guilhermo Barreto, do Sharkpaddle e o brasileiro Maurício Souza, do Waveski. A disputa foi boa e Bruno Guazelli acabou vencendo a prova, com Barreto na segunda posição e Maurício Souza terminou com a medalha de bronze.
 
 
Para o Supervisor da modalidade junto à CBCa, o evento trouxe os resultados esperados. “O evento foi muito satisfatório, encontramos ótimas ondas, uma excelente estrutura para a realização da competição e uma organização muito boa dos argentinos. Pudemos ver atletas experientes competindo com novos atletas e a expansão do esporte na América do Sul é evidente”. Mesmo satisfeito com os resultados deste ano Alexandre já planeja o futuro. “Para 2018 teremos o retorno do Sul-americano ao Brasil e também teremos o Circuito Brasileiro de Canoagem Onda, com uma etapa prevista para o estado de São Paulo. Além disso estamos fazendo investimentos para a captação de imagens com drones nas competições”, completa.

Governo do ParanáSaneparJMaluceliBolsa AtletaComitê Olímpico Brasileiro Comitê Paralímpico Brasileiro International Canoe Federation Internation Rafting Federation Pan American Canoe Federation Confederacion Suramericana de Canotaje Banco Nacional do Desenvolvimento Lei de Incentivo ao Esporte GE Itaipu Binacional Governo Federal
Confederação Brasileira de Canoagem

Rua Monsenhor Celso, 231 - 6º andar - Centro - Curitiba - PR - CEP 80010-150
Telefone 41 3083 2600 - Fax 41 3083 2699
Apycom jQuery Menus BNDES Facebook Flickr Youtube Google +