Notícia
23/11/2020 04:11
Campeonato Brasileiro de Canoagem Maratona reúne mais de 80 canoístas
O evento foi realizado em Corumbá/MS, ao todo foram 31 provas disputadas no dia 21 de novembro, o evento contou com o apoio da Fundação do Desporto e Lazer do Mato Grosso do Sul

FOTO E APOIO TEXTO: Lucas Castro – Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte)


O Campeonato Brasileiro de Canoagem Maratona teve como palco o cenário do Pantanal Sul-mato-grossense. A exuberante beleza natural do Reino das Águas deu vida às disputas e estimulou atletas de todo o país. A equipe vencedora foi a IBRES – Instituto Bombeiros de Responsabilidade Social com 419 pontos, seguido do CNB - Clube Nával de Brasília com 293 ponts e em terceiro a ACI - Associação de Canoagem de Itacaré/BA com 197 pontos. O evento realizado no dia 21 de novembro, seguiu rígidas medidas sanitárias por conta da Covid-19 e teve o apoio do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, por intermédio da Fundação de Desporto e Lazer (Fundesporte).
 
A elevada temperatura, característica da região, não desanimou os 83 canoístas inscritos, que remaram nas águas do tradicional Rio Paraguai, em meio à diversidade da fauna e flora pantaneira, em busca do título brasileiro da temporada. Estiveram presentes atletas do Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Distrito Federal, Rio de Janeiro, Bahia, Paraná e Rio Grande do Sul.
 
As disputas ocorreram em percursos de cinco, 10 e 20 quilômetros, em 31 provas, nas categorias infantil, menor, cadete, júnior, sênior, máster (A, B, C e D) e open, e na canoagem adaptada/paralímpica nas categorias L1, L2, L3 e open. Os tipos de embarcação foram caiaque (classes K1 escola, K1/K2 e K1 (embarcação até 4,5 metros) e canoa (C1 - individual/C2 - dupla). Já na Paracanoagem, tiveram as provas das classes K1 (individual), V1 e turismo.
 
Uma das provas mais disputadas foi a do K1 20 km Masculino Sênior, nascidos abaixo de 2001, o atleta Jorge Garcia Rodriguez levou a medalha de ouro fazendo o percurso em 01:41’23s, ele representa o CNB – Clube Naval de Brasília, seguido de Roberto Maheler do CRC Curitiba que terminou a prova em 01:41’25s. Em terceiro lugar o atleta sul-matogrossense Edgar Balbuena do CCA – Clube de Canoagem de Aquidauana.
 
 
O evento seguiu foi desafiador por ser o único realizado em 2020 e durante no período de pandemia, mesmo com todos esses obstáculos os organizadores ficaram satisfeitos. “Com protocolos rígidos de biossegurança, mostramos que é possível realizar competições. Mato Grosso do Sul é referência no combate e controle da Covid-19, e vem sendo modelo também na organização de eventos esportivos que seguem à risca as medidas sanitárias. O Campeonato Brasileiro de Canoagem Maratona foi mais um em que todos os participantes saíram satisfeitos e se sentiram seguros”, fala o diretor-presidente da Fundesporte, Marcelo Ferreira Miranda.
 
O gerente da Unidade de Esportes de Participação e Lazer (Uepla) da Fundesporte, Rodrigo Barbosa de Miranda, valoriza o cenário pantaneiro na primeira e única competição de canoagem maratona do ano. “Nada melhor do que ter a riqueza da fauna e flora do Pantanal Sul-mato-grossense como cenário para uma competição, ainda mais em 2020, um ano tão complicado, de incertezas. É um evento para ficar registrado na memória de todos que tiveram a oportunidade de estar em Corumbá”.
 
“Foi um evento de sucesso, tivemos um número expressivo de atletas apesar de ser um ano de pandemia, tivemos um grande desafio e conseguimos ir além das expectativas.”, comenta Klaus Von Gal, supervisor da modalidade de Canoagem Maratona.
 












Confederação Brasileira de Canoagem

Rua Monsenhor Celso, 231 - 6º andar - Centro - Curitiba - PR - CEP 80010-150
Telefone 41 3083 2600 - Fax 41 3083 2699
Apycom jQuery Menus