Notícia
18/06/2020 04:06
Caiaque Polo promove uma reorganização na equipe técnica
Visando a preparação para as próximas competições, o Comitê da modalidade divulgou os nomes dos treinadores que estarão a frente das seleções nacionais

O Comitê de Caiaque Polo da Confederação Brasileira de Canoagem resolveu fazer uma mudança nos treinadores que estão a frente das Seleção Brasileira de Caiaque Polo, com essas alterações a modalidade quer garantir um bom planejamento para as próximas competições e obter bons resultados nos campeonatos internacionais. O técnico Fernando Souza Lima Carazzato continua à frente da Seleção Masculina Sênior, também assumirá a mais nova na Seleção, a Sub-15 no Feminino e também no Masculino. Paulo Cesar Pereira dos Santos é o novo treinador da Seleção Sub-21 Feminino e Masculino. Paulo Henrique Ferreira assume a Seleção Feminina Sênior.
 
As mudanças foram discutidas com a equipe técnica visando um melhor desempenho nos trabalhos, Carazzato agora ficará focado na equipe masculina e também dará um suporte para a base do Caiaque Polo.  “Estou muito feliz de continuar contribuindo, tivemos bons resultados nesse período e agora também assumi a Sub-15, acho importante fazermos crescer essa categoria”, fala.
 
Na equipe Sub-21, cinco atletas formam a base e são de Brotas/SP onde Paulo Cesar Pereira dos Santos o “Zulu” mora, com isso o atendimento será mais próximo. “Minha contribuição será na lapidação desses atletas para buscarmos títulos e principalmente, que tenhamos bons atletas para passar futuramente para a equipe sênior com condições físicas, técnicas e taticamente”, comenta.
 
Já Paulo Henrique Ferreira é a novidade entre os técnicos, atleta da Seleção brasileira desde 2016, irá fazer um trabalho exclusivo junto a Seleção Feminina que voltou com força total desde o ano passado no Pan Americano que aconteceu no Brasil, apesar de novo no posto ele tem 30 anos de experiência na Canoagem, a sua primeira passagem foi como atleta da Canoagem Velocidade. Desde 2000 acompanha o Caiaque Polo. “O grande desafio será a busca por novas atletas e até mesmo o resgate de meninas que já fizeram parte da seleção, mas que estão afastadas pela distância, ou que pararam pra estudar. Quero que o esporte tenha mais visibilidade e que surjam novos atletas com vontade de entrar na água e remar o Caiaque polo que tanto Amamos”, esclarece.
 
 
Todas as mudanças fazem parte da estratégia avaliada após os resultados obtidos no Campeonato Pan-americano de Caiaque Polo que deixou muitos aprendizados, onde foi feito um grande trabalho junto aos atletas e toda a equipe técnica que esteve presente. “Estamos pensando agora em fortalecer a base e também em um melhor atendimento em todos os níveis das nossas seleções”, garante Guilherme Galvão, supervisor do Comitê de Caiaque Polo.
 
Comitê de Caiaque Polo passa por mudanças
Novo membro passa a integrar o comitê da modalidade, Argos Gonçalves Dias Rodrigues representante do Instituto Meninos do Lago de Foz do Iguaçu, a entidade está realizando há um ano um trabalho de base com o Caiaque Polo e também na Canoagem Slalom, ao todo são aproximadamente 600 crianças envolvidas no esporte. Argos, já foi supervisor da Canoagem Slalom e também da Canoagem Velocidade.












Confederação Brasileira de Canoagem

Rua Monsenhor Celso, 231 - 6º andar - Centro - Curitiba - PR - CEP 80010-150
Telefone 41 3083 2600 - Fax 41 3083 2699
Apycom jQuery Menus