Notícia
27/08/2019 03:08
Brasil sediará primeiro Campeonato Pan-americano de Canoagem Oceânica
A escolha foi por meio de votação e a cidade de Salvador na Bahia foi escolhida, a realização do evento surge depois que a modalidade passou a ter representatividade nas américas com a criação do comitê vinculado a COPAC

Salvador vai realizar o primeiro Campeonato Pan-americano de Canoagem Oceânica que será entre os dias 07 e 08 de dezembro, a escolha foi feita através de votação eletrônica. O evento surge depois da modalidade passou a ter representatividade continental com a criação no mês passado de um comitê dentro da Confederação Pan-americana de Canoagem.
 
Durante os Jogos Pan-americanos em Huacho/Peru, foi realizado a Assembleia Ordinária da diretoria da COPAC – Confederação Pan-americana de Canoagem, entre as ações foi criado o comitê da Canoagem Oceânica e em eleição aclamada por todas Federações, o brasileiro Jefferson Sestaro foi escolhido como chairman da modalidade na COPAC. Sestaro também atua como Supervisor da modalidade na CoSurCa (Confederação Sul-americana de Canoagem) e na CBCa (Confederação Brasileira de Canoagem).
 
Internacionalmente conhecida como Canoe Ocean Racing agora a modalidade ganha representatividade nas Américas e com a criação do comitê já se vislumbrou o primeiro evento Pan-americano ainda em 2019, logo em seguida em candidatura única a cidade de Salvador no Brasil apresentou o projeto que já vinha trabalhando para sediar a 3ª e última etapa do Campeonato Brasileiro de Canoagem Oceânica 2019 e saiu vitoriosa, através da escolha das Federações envolvidas.
 
Jefferson Sestaro comenta que "temos muito potencial tanto dos atletas quanto da raia pra competição. É a grande oportunidade de colocarmos cada vez mais o Brasil no cenário mundial do esporte. Realizamos no Brasil, em 2017, o primeiro Campeonato Sul-americano e agora iremos realizar o primeiro Pan-americano. Quem sabe um dia a gente possa fazer também um Mundial ", fala.
 
Com a definição da sede do Pan, o evento será organizado através da Galeria Vivá - Salvador/BA, comandada por Bruno Machado, contando com apoio de empresas e poder público local. A ideia é que o percurso seja de Farol à Farol (Farol da Itapuã ao Farol da Barra) totalizando aproximadamente 23km de mar aberto, no formato ponto a ponto, e dependendo das condições, terá “downwind” para os atletas que é quando os atletas se aproveitam das ondas formadas pelo vento para navegar em alta velocidade.
 
Bruno Machado, que também preside a Abaski - Associação Baiana de Surfski comenta que “a entidade junto a Prefeitura de Salvador através do Vereador Duda Sanches e do presidente da Saltur, Isaac Edington, apostam no sucesso do evento, confiantes no potencial da nossa Baía de todos os Santos, realizando em uma raia paradisíaca e calorosa, com um downwind, largando do farol de Itapuã até o Porto da Barra, como também no detalhe particular do povo Baiano que é recepcionar calorosamente a todos que vem de fora”, fala.
 
E Bruno finaliza dizendo que “ficamos muito felizes e agradecidos pela oportunidade e que venha o Pan”. Em breve um site estará disponível com todas informações do evento, bem como o cronograma e como realizar as inscrições.

Filiações
Patrocínio
Apoio
Confederação Brasileira de Canoagem

Rua Monsenhor Celso, 231 - 6º andar - Centro - Curitiba - PR - CEP 80010-150
Telefone 41 3083 2600 - Fax 41 3083 2699
Apycom jQuery Menus BNDES Facebook Flickr Youtube