Notícia
18/09/2021 14:00
Brasil se consagra com uma grande força na Paracanoagem Mundial
Foram 3 medalhas conquistadas no Mundial de Canoagem realizado na Dinamarca

Fonte: Surtoolimpico


Encerrando a participação brasileira no Mundial de Canoagem, disputado na Dinamarca, Luis Carlos Cardoso da Silva levou uma medalha de prata. Com o ouro de Fernando Rufino e o bronze de Débora Benevides conquistados nesta sexta-feira, o Brasil chega a uma medalha de cada cor e a sexta posição momentânea no quadro geral de medalhas da competição e o quarto lugar contando apenas as categorias da paracanoagem.

As competições no Mundial de Canoagem Velocidade continuam até o domingo, mas sem a presença de brasileiros nas águas do Lago Bagsværd, ao norte de Copenhague.

Luis Carlos Cardoso foi vice-campeão mundial no KL1 200m masculino, ficando entre dois húngaros. Péter Pál Kiss, ouro em Tóquio, conquistou o bicampeonato mundial, completou em 45.94, a frente de Luis, que terminou em 46.30 e do húngaro Robert Suba, que fechou com 47.86.

Fernando Rufino de Paulo, que havia levado o ouro na sexta-feira, ficou apenas em quarto lugar no KL2 200m masculino, ficando 25 centésimos atrás do austríaco Markus Swoboda, que levou o bronze com 42.88. Muito a frente, o ucraniano Mykola Syniuk levou a melhor diante do italiano Federico Mancarella, com pequena diferença (41.77 para 41.96). 

Mari Santilli ficou em sexto no KL3 feminino 200m, completando a prova em 50.59. A prova foi dominada pela Grã-Bretanha e Irlanda do Norte, que levou ouro e prata, com Laura Sugar (47.77) e Hope Gordon (48.25), respectivamente. Nelia Barbosa, da França, completou o prédio, terminando a prova com 48.78.

Adriana Azevedo foi a sétima no KL1 feminino 200m. Maryna Mazhula, da Ucrânia, ficou com ouro, seguida da alemã Edina Müller e da chilena Katherinne Wollermann.

Em outra prova vencida pela Ucrânia, Caio Carvalho terminou em sexto lugar na final do KL3 masculino 200, completando em 41.78. Serhii Yemelianov levou o ouro com 39.54, a frente de Robert Oliver, da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte (40.68) e do espanhol Juan Valle (41.04). Na final B da mesma prova, Giovane de Paula venceu com 42.06. Foi a única participação brasileira no Mundial que não alcançou a final A. Também teve o atleta Carlos Moreira VL1 que ficou em 4 lugar na sua primeira participação em mundial.









Confederação Brasileira de Canoagem

Rua Monsenhor Celso, 231 - 6º andar - Centro - Curitiba - PR - CEP 80010-150
Telefone 41 3083 2600 - Fax 41 3083 2699
Apycom jQuery Menus