Notícia
22/04/2012 17:57
Brasil é campeão pan-americano de Canoagem Velocidade
Erlon Silva e Ronílson Oliveira, representantes do Brasil em Londres, asseguram mais um ouro

Georgia Infante


O Brasil ficou com o título geral do Campeonato Pan-americano de Canoagem Velocidade 2012 encerrado neste domingo (22/04), no Estádio de Remo da Lagoa, no Rio de Janeiro. A equipe brasileira terminou a competição com um total de 312 pontos. A Argentina ficou com o vice-campeonato, com 254 pontos. Em terceiro lugar terminou o Chile, que totalizou 235 pontos.  Na categoria Paracanoagem, o Brasil também levou a melhor sobre seus adversários, e terminou na primeira posição na classificação geral, com 78 pontos.

Depois de três anos, o Brasil voltou a sediar o Pan-americano, que é disputado anualmente.  Durante os três dias de competição na Lagoa Rodrigo de Freitas, cerca de 150 atletas, representando oito países – Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, Canadá, Equador, Venezuela e Porto Rico – lutaram por medalhas. A equipe brasileira contou com 43 representantes.

ERLON E RONILSON, DUPLA NOS JOGOS DE LONDRES, COMPLETA DEVER DE CASA

Erlon Silva e Ronilson Oliveira já haviam conquistado a medalha de ouro no primeiro dia do Pan-americano na prova de C2 1000m Sênior, a mesma que competirão nos Jogos Olímpicos Londres 2012. Neste domingo, eles voltaram à raia na Lagoa Rodrigo de Freitas para disputar o C2 200m Sênior. E completaram o dever de casa com louvor. Erlon e Ronilson completaram o percurso em primeiro lugar, com o tempo de 00:40.183. Na segunda posição ficou a dupla formada pelos chilenos Álvaro Raguileo e Johnnathan Quitral (00:42.626) e, na terceira, Anderson Ramos e Ronny Rattia, da Venezuela (00:43.661).

“Cada competição é uma evolução a mais do nosso barco. Esta prova de 200 metros requer mais explosão e nos serve como preparação para as Olimpíadas porque mistura velocidade e resistência”, explicou Ronilson após a vitória. Na torcida, o jovem paulista de São Vicente contou com o apoio da namorada Rafaela.

No início do mês que vem, a dupla seguirá para a Europa, onde disputará as três etapas da Copa do Mundo que acontecerão de maio a junho na Polônia, Alemanha e Rússia. No dia 25 de junho, Erlon e Ronílson ainda terão uma regata na França, e no dia 2 de julho, embarcarão para Portugal, onde farão o período de aclimatação antes dos Jogos Olímpicos.

CAMPEÃO MUNDIAL JÚNIOR TERMINA COM QUATRO OUROS

Campeão mundial júnior, o jovem baiano Isaquias Queiroz foi um dos atletas brasileiros que mais brilhou neste Pan-americano. Depois de garantir duas medalhas de ouro no primeiro dia de competição, Isaquias começou o domingo ganhando, disparado, no C1 200m, ao marcar o tempo de 00:43.927.  No C1 5000m, outra vitória. Isaquias marcou 00:23.134, terminando à frente de Chile e Equador. No C2 200m, junto com Gustavo da Silva Santos, Isaquias assegurou a prata (00:47.425) – a dupla vencedora foi a formada pelos venezuelanos Luis Guerra e Jose Miguel Solano, que completou a prova em 00:44.845. No primeiro dia do Pan-americano, Isaquias já havia conquistado as medalhas de ouro nas provas de C1 1000m Júnior e C2 1000m Júnior (ao lado de Braz Moreira Neto).

JOVEM DO TOCANTINS GANHA O OURO NO K1 200m JÚNIOR

Ela saiu de Porto Nacional, no Tocantins, para fazer bonito no Campeonato Pan-americano. Aos 16 anos, Ediléia Matos dos Reis garantiu a medalha de ouro para o Brasil na prova K1 200m Júnior com o tempo de 00:51.150. A jovem superou Chile e Argentina, e se surpreendeu com o resultado.

“Não esperava ganhar a prova. Na hora que o meu técnico confirmou que eu havia vencido, eu não acreditei. É uma emoção grande. Esta foi a primeira grande competição que participo. Quero um dia chegar ao Mundial e, quem sabe, a uma Olimpíada. Vou dar o meu melhor para conseguir estes objetivos”, disse Ediléia, que começou na modalidade aos 14 anos, mas somente no ano passado passou a fazer parte da seleção brasileira.


Nivalter Santos, representante brasileiro em Pequim 2008, garantiu mais um ouro para o Brasil.

NIVALTER CONFIRMA FAVORITISMO NO C1 200m SÊNIOR

Com o tempo de 00:43.225, Nivalter Santos, um dos mais experientes e respeitados atletas da canoagem brasileira, garantiu o título na prova de C1 200m Sênior. Em segundo lugar ficou o chileno Álvaro Raguileo (00:44.014) e, em terceiro, o equatoriano Andrés Lazo (00:44.446).

“Esta vitória serve como incentivo para as etapas da Copa do Mundo. Fico muito feliz porque, apesar de não ter conquistado a classificação para os Jogos Olímpicos, todos estão vendo a minha evolução e o meu amadurecimento. A canoagem brasileira vem obtendo bons resultados e deve crescer ainda mais com uma melhor estrutura que receberemos agora com o patrocínio do BNDES”, disse Nivalter.

ARGENTINOS QUE VÃO A LONDRES LEVAM OURO

Classificados para os Jogos Olímpicos de Londres, os argentinos Miguel Correa e Ruben Rezola mostraram que vão dar trabalho aos adversários. A dupla ganhou a prova K2 200m Sênior com o tempo de 00:35.254. Os brasileiros Roberto Maehler e Edson Isaias Freitas ficaram com a medalha de prata (00:36.553). Em terceiro, terminaram os chilenos Fernando Aguayo e Miguel Melgarejo (00:36.774).


No K1 200m os atletas Cesar de Cesare (ouro - Equador) e Rubem Rezola (prata - Argentina) têm presença garantida em Londres 2012

“Não foi uma vitória tranqüila. Nunca é. Os brasileiros são bons. Ainda estamos na fase de preparação para as Olimpíadas. Nosso trabalho começou há dois anos e o objetivo é garantir um lugar na final. Ainda temos estes três meses pela frente. Vamos disputar as duas primeiras etapas da Copa do Mundo, e depois seguiremos para Londres”, disse Miguel, que disputou os Jogos Olímpicos de Pequim, e chegou à semifinal.

BICAMPEÃO MUNDIAL FERNANDO FERNANDES GANHA SEUS PRIMEIROS TÍTULOS NO PAN

Bicampeão mundial de Paracacanogem, Fernando Fernandes garantiu seus dois primeiros títulos pan-americanos: no K1 200m TA, com o tempo de 00:56.755, e no K1 200m A (00:56.089). No mês que vem, Fernando lutará pelo tricampeonato mundial, na Polônia.

“Estes resultados são uma mistura de prazer e de conquista. É uma superação dos obstáculos do dia a dia. Sei a importância que isso tem para outras pessoas com deficiência. Eu faço canoagem e me divirto também. Agora vou atrás deste tricampeonato mundial com raça. O importante é fazer o dia a dia, passo a passo, porque a rotina é cansativa. Isso é a vitória”, ressalta Fernando, que treina no Esporte Clube Pinheiros, em São Paulo. 

O Campeonato Pan-americano de Canoagem Velocidade 2012 é uma realização da Academia Brasileira de Canoagem; com patrocínio oficial do BNDES, Lei de Incentivo ao Esporte e Ministério do Esporte; supervisão da Confederação Pan-americana de Canoagem e Confederação Brasileira de Canoagem; apoio institucional da Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro, e apoio Lagoon, Comitê Paralímpico Brasileiro e S4G.

CLASSIFICAÇÃO FINAL
Brasil: 312 ptos
Argentina: 254 ptos
Chile: 235 ptos
Venezuela: 190 ptos
Canadá: 142 ptos
Equador: 127 ptos
Colômbia: 49 ptos
Porto Rico: 28 ptos

Pontuação da Paracanoagem
Brasil: 78 ptos
Argentina: 32 ptos
Canadá: 28 ptos
Porto Rico: 7 ptos
Venezuela: 6 ptos

TODOS OS RESULTADOS PODEM SER OBTIDOS NO SITE DA COMPETIÇÃO:
http://pan2012decanoagem.com.br/resultados.php

 

Governo do ParanáSaneparJMaluceliBolsa AtletaComitê Olímpico Brasileiro Comitê Paralímpico Brasileiro International Canoe Federation Internation Rafting Federation Pan American Canoe Federation Confederacion Suramericana de Canotaje Banco Nacional do Desenvolvimento Lei de Incentivo ao Esporte GE Itaipu Binacional Governo Federal
Confederação Brasileira de Canoagem

Rua Monsenhor Celso, 231 - 6º andar - Centro - Curitiba - PR - CEP 80010-150
Telefone 41 3083 2600 - Fax 41 3083 2699
Apycom jQuery Menus BNDES Facebook Flickr Youtube Google +