Notícia
24/11/2022 10:35
Atletas olímpicos de canoagem participam de expedição turística em Mato Grosso
Durante 10 dias, eles se percorreram cachoeiras, rios e trilhas de Alto Araguaia, Chapada dos Guimarães, Campo Novo do Parecis, Jaciara e Tangará da Serra

Foto: Acontece no RS


As belezas naturais e o turismo-aventura de Mato Grosso atraíram os atletas olímpicos brasileiros da canoagem, Pedro Henrique Gonçalves da Silva, o Pepe Gonçalves, e Caio Moreno, a se aventurarem em uma expedição de 10 dias (entre 11 e 20 de novembro) em cachoeiras, rios e trilhas, nos munícipios de Jaciara, Chapada dos Guimarães, Alto Araguaia, Tangará da Serra e Campo Novo do Parecises como ela, cria da Cidade de Deus.
 
Pepe Gonçalves, um dos maiores atletas de canoagem slalom e medalhista olímpico, conta que o diferencial do turismo mato-grossense é a exuberância de suas belezas naturais. “Eu sou apaixonado pelo Brasil. Por conta da canoagem, pude ter a oportunidade de conhecer mais de 30 países e o Brasil é o melhor do mundo. Mato Grosso, pra mim, está entre os três dos lugares mais incríveis e espetaculares que já vi em minha vida. Queremos transmitir para o mundo a energia que estamos sentindo por aqui,” conta Pepe.
 
Em 22 anos no mundo esportivo, o atleta Caio Moreno coleciona oito títulos brasileiros, quatro Pan-Americanos, sete participações em mundiais e muitas expedições. Sobre o ecoturismo mato-grossense, destaca que a expedição permitiu praticar canoagem de maneira ainda mais especial. “Essa expedição nos proporcionou localizações especiais para a prática da canoagem e com paisagens exuberantes e raras. Acredito que, para mim, o lugar mais especial foi o Rio Sucuruína, na aldeia Ponte de Pedra, em Campo Novo do Parecis. Este lugar era nosso principal objetivo desde o começo”.
 
Para o secretário adjunto de turismo, Jefferson Moreno, receber os dois atletas olímpicos brasileiros é um privilégio para o Estado. “É uma honra para o turismo mato-grossense unir ações que fomentam a prática esportiva e ajudam a levar, para o mundo, nossas potencialidades em ecoturismo. O projeto de “De Remo e Alma” alavanca nosso turismo e, com esses reconhecimentos de pessoas que levam o nome do Brasil às principais competições esportivas mundiais, ainda mais”, destaca Jefferson.
 

Os detalhes da expedição “De Remo e Alma Mato Grosso”, apoiada pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria Adjunta de Turismo de Mato Grosso (Seadtur), foi compartilhada com mais de 187.944 mil seguidores das redes sociais (Instagram) dos atletas Pepe e Caio. O projeto tem o intuito de apresentar lugares inimagináveis, de uma forma intensa e única. Ao todo, foram mais de 3.000 km percorridos durante a expedição.









Confederação Brasileira de Canoagem

Rua Monsenhor Celso, 231 - 6º andar - Centro - Curitiba - PR - CEP 80010-150
Telefone 41 3083 2600 - Fax 41 3083 2699
Apycom jQuery Menus